Últimas Notícias

Brasil supera Colômbia e vence Sul-Americano de forma invicta

Mauricio Val/CBV 


Na última quarta-feira (23), seleção brasileira feminina de vôlei encarou a Colômbia pelo Sul-Americano e já entrou em quadra com o título garantido de forma antecipada. Brasil derrotou a Colômbia por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/22, 25/19 e levantou a taça do 23º título sul-americano. O Sul-Americano foi o último compromisso antes do Pré-Olímpico, em setembro.

Brasil conquistou o título de forma invicta e venceu todos os duelos por 3 sets a 0 contra: Chile, Argentina, Peru e Colômbia respectivamente. Argentina terminou em segundo lugar e Colômbia em terceiro

A bicampeã olímpica Thaisa foi a maior pontuadora do confronto, com 13 acertos, e foi escolhida uma das melhores centrais da competição. Outras quatro brasileiras entraram na seleção do campeonato: Roberta (levantadora), Kisy (oposta), Gabi (ponteira) e Nyeme (líbero).

A capitã Gabi ainda foi eleita a MVP do Sul-Americano e fez questão de dividir o prêmio com a levantadora Roberta.

Resumo da partida

Colômbia começou melhor mas o Brasil se reabilitou com Gabi e Carol para virar o placar, 8 a 7. Com bons aproveitamentos no ataque, as comandadas de Zé Roberto não tiveram dificuldade para fechar em 25 a 19.

A segunda parcial foi mais equilibradas e as colombianas desestabilizaram a recepção brasileira no saque. O jogo ficou parelho até o fim do set quando as adversárias desperdiçaram chances enquanto o Brasil soube ter paciência para abrir vantagem e fechar com Bergmann 25 a 22.

O terceiro set começou parelho igual ao segundo. Com muito volume de jogo e defesas de ambos os lados. Mas Thaisa desequilibrou  e deixou a equipe mais confortável no placar, 17 a 11. Colômbia tentou se recuperar, mas em erro de ataque deixou a vitória brasileira chegar mais rápido, 25 a 19.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar