Últimas Notícias

Seleção Brasileira de parataekwondo conquista nove medalhas em três competições na Austrália

Claro Lopes e Joel Gomes seguram a bandeira do Brasil no pódio, em Brisbane, Austrália
Foto: Divulgação/CBTKD

Após a participação em dois torneios em Montargis, na França, a Seleção Brasileira de taekwondo paralímpico conquistou nove medalhas em três competições disputadas em Brisbane, Austrália, entre os dias 7 e 9 de julho. Foram dois ouros, quatro pratas e três bronzes.

O primeiro evento foi o Aberto da Oceania, na sexta-feira, 7, que contou com a participação de 61 atletas, dos quais cinco eram brasileiros: Bruno Rodrigues (até 70 kg), Carlos Geraldo Coelho (até 70 kg), Joel Gomes (até 80 kg), Claro Lopes (até 80 kg) e Terezinha de Jesus (até 47 kg).

O Brasil saiu com três medalhas do torneio: um ouro, uma prata e um bronze. Claro Lopes foi ouro na categoria até 80 kg, na qual Joel Gomes ficou com o bronze. O pódio foi completo pelo mexicano Luis Mario Najera (prata) e por Andre Elliott Loonstra, de Aruba, também bronze - não houve disputa pelo terceiro lugar. Na categoria até 47 kg feminina, Teresinha de Jesus faturou a prata, enquanto a indiana Aruna Tanwar conquistou a medalha dourada.

Os resultados foram repetidos na Copa do Presidente, que teve 59 participantes e foi realizada no sábado, 8. Claro Lopes conquistou mais um ouro ao derrotar o mexicano Luis Mario Najera, novamente, na decisão. Teresinha foi superada outra vez pela indiana Aruna Tanwar. Por fim, Joel Gomes passou pelas quartas de final, contra o filipino Allain Ganapin, mas parou nas semifinais diante de Luis Mario Najera e terminou com o bronze.

Já no Aberto da Austrália, último dos três torneios e disputado neste domingo, 9, 63 atletas estiveram presentes. Claro Lopes ficou com a prata ao ser superado pelo mexicano Luis Mario Najera na decisão da categoria até 80 kg. Antes, na semifinal, ele havia derrotado Andre Elliott Loonstra, de Aruba.

Na categoria até 70 kg, Bruno Rodrigues venceu o oponente Shinebayar Batbayar, da Mongólia, nas quartas de finais, mas foi superado nas semifinais pelo mexicano Juan Diego Lopez Garcia, que, posteriormente, ficou com a medalha de ouro ao derrotar o argentino Juan Eduardo Samorano, medalhista de prata. Por não haver disputa pelo terceiro lugar, Bruno faturou o bronze.

Em outra final direta contra a indiana Aruna Tanwar, Teresinha de Jesus ficou com mais uma prata, sua terceira nas três competições em Brisbane.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar