Últimas Notícias

Oito duplas brasileiras disputam o Challenge de Portugal do Circuito Mundial de vôlei de praia

Evandro e Arthur Lanci durante um jogo
Foto: Dhavid Normando/FVImagem/CBV

O Brasil tem seu nome gravado na etapa de Espinho, em Portugal, do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. No total, foram 13 medalhas na história da competição. Na edição 2023, que começa na madrugada desta quinta-feira (13) no horário de Brasília, oito parcerias tentam manter a tradição verde-amarela e ainda conquistar importantes pontos na corrida olímpica, que define as duplas nacionais para os Jogos de Paris 2024.

Taiana/Hegê e Carol Horta/Ana Luiza disputam o quaifying. Evandro/Arthur, Vitor Felipe/Renato, Ágatha/Rebecca, Bárbara Seixas/Carol Solberg, Tainá/Vic e Andressa/Vitória entram direto no torneio principal.

O Brasil já foi campeão de em Espinho com Alison/Álvaro (2019), Vitor Felipe/George (2017), Juliana/Larissa (2007), Emanuel/Ricardo (2003, 2004 e 2007); Ricardo/Loiola (2001); Ricardo/Zé Marco (2000); Emanuel/Loiola (1998/1999), Adriana/Mônica (1997), Jackie Silva/Sandra Pires (1996) e Franco/Roberto Lopes (1995).

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar