Últimas Notícias

Skate brasileiro estreia no Mundial de Park nesta quarta-feira (8)

Foto do skatista brasileiro Pedro Barros. O atleta faz uma manobra no ar. Com a mão direita segura o skate junto aos pés enquanto a esquerda está livre. Abaixo de Pedro está o bowl da pista de skate park.
Pedro Barros conquistou a prata no skate park masculino em Tóquio 2020. Foto: Lionel BONAVENTURE/AFP



Os skatistas brasileiros estreiam, nesta quarta-feira (8), no Mundial de Park, em Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos. A competição abre a corrida olímpica para os Jogos de Paris 2024. O evento terá transmissão ao vivo no final de semana (11 e 12) das semifinais e das finais pelo Olympics.com e Worldskate.tv.

Na preparação para o torneio, a Seleção Brasileira de Park treinou entre os dias 16 e 22 de janeiro no Sandro Dias Camp, complexo em Vargem, interior de São Paulo.

Em busca de aprimorar fundamentos técnicos e físicos, os skatistas contaram com o suporte do consultor técnico Edgard Pereira Vovô, do auxiliar técnico Miguel Catarina, do fisioterapeuta Douglas da Costa - no Mundial, o fisioterapeuta será Alison Paz - e do observador técnico Julio Detefon.

“É muito importante a gente ter treinado em um complexo como esse (Sandro Dias Camp), que nos proporcionasse um treinamento em transição grande. Além do bowl que treinamos, a gente teve a possibilidade de ter um half coberto, ainda mais nessa época do ano que chove muito. Nós não paramos os treinamentos e fizemos um simulado que proporcionou uma evolução significativa. Então, estamos prontos para Sharjah”, destaca Edgard Pereira Vovô. 

“Lugar maravilhoso, com uma estrutura incrível. Foi muito interessante poder evoluir essa parte de transição alta, já que a pista em Sharjah tem as paredes de transição grande, bem dinâmicas, manobras com amplitudes. E aqui (Sandro Dias Camp) foi perfeito, pois as paredes são altas, bowls grandes. A gente conseguiu constatar uma grande evolução de todos os atletas”, completa Miguel Catarina.


Rotina

Após três dias de treinos - domingo a terça - nos Emirados Árabes, a quarta-feira terá classificatórias femininas, enquanto os homens estreiam na quinta-feira. O mundial contará com 4 etapas: classificatórias, quartas de final, semifinais e final.

No Park feminino, serão seis nomes da Seleção Principal e dois da Júnior: Dora Varella, Erica Leguizamon, Isadora Pacheco, Raicca Ventura, Victoria Bassi e Yndiara Asp, além de Fernanda Tonissi e Sofia Godoy, ambas da Júnior. Emily Antunes e Lua Vicente ainda estão entre as representantes do skate nacional.

No Park masculino, entre os skatistas da Seleção, estarão cinco nomes da principal e dois da Júnior: Augusto Akio, Luigi Cini, Murilo Peres, Pedro Barros e Pedro Quintas e Gui Khury e Kalani Konig, dupla da Júnior. Também representarão o Brasil Andre Mariano, Héricles Fagundes, Mateus Hiroshi, Pedro Carvalho e o ídolo Sandro Dias.

Luiz Francisco, da Seleção Brasileira, se recupera de lesão e não viajou para a competição. 


Formato de disputa


Nas quatro fases, cada skatista poderá realizar três voltas de 45 segundos, valendo como nota final a volta de maior pontuação.

A segunda fase (quartas de final) do evento reúne 32 skatistas - melhores da primeira fase e pré-classificados. No masculino, Pedro Barros, medalhista olímpico, entra direto na disputa das quartas de final. 

A semifinal concentra os 16 melhores das quartas de final. Os 8 melhores avançam para a final.


CRONOGRAMA - MUNDIAL DE PARK (5 a 12 de fevereiro)


Domingo (05/02), segunda (06/02) e terça (07/02) - treinos

Quarta (08/02) - classificatórias feminino - 2h15 (BRA) da manhã de terça para quarta

Quinta (09/02) - classificatórias masculino - 2h15 (BRA) da manhã de quarta para quinta

Sexta (10/02) - quartas de final - feminino (4h55 - BRA) e masculino (10h15 - BRA)

Sábado (11/02) - semifinal - feminino (8h40 - BRA) e masculino (11h40 - BRA)

Domingo (12/02) - final - feminino (10h10 - BRA) e masculino (11h20 - BRA)

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar