Últimas Notícias

Kelvin Hoefler bate na trave e fica na quarta colocação no Mundial de street em Sharjah; Giraud fica com o título

Kelvin Hoefler fez boas manobras em Sharjah (Foto: Júlio Detefon/CBSK)


Medalha de prata em Tóquio-2020, Kevlin Hoefler fechou o primeiro Mundial de 2023 na quarta colocação com 248.59 pontos. O título ficou com o francês Aurelien Giraud, seguido de Gustavo Ribeiro, de Portugal e do japonês de 12 anos, Ginwoo Onodera.

Giraud somou 269.33 pontos, Gustavo fez 267.38 e Onodera marcou 263.04. O francês chegou perto da vitória em Roma, no pré-olimpico e venceu desta vez. Por outro lado, o português tentava unificar esse Mundial com o da SLS, assim como fez Rayssa, porém, perdeu na última manobra.

Aurelien não competiu na SLS em 2022 por causa de lesão e de cara, voltou conquistando 80 mil pontos no ranking olímpico. Visando o título olímpico em casa, ele dará prioridade aos eventos classificatórios.

Surte +: Rayssa conquista o título no feminino

A final 

Kelvin foi muito bem na sua primeira volta e tirou 81.12. Ele segurou na segunda volta, onde também vinha muito bem e caiu na última manobra, recebendo 66.55. Hoefler terminou a run section na sexta colocação. 

Gustavo Ribeiro era o primeira com uma incrível volta pontuada em 91.18, única nota acima de 91 do evento, até então. Jagger era o segundo com 90.00 cravado e Chris Joslin era o terceiro com 88.09

Na primeira rodada de manobras, Kelvin tentou acertar um fake ollie junto com um tailslide mas acabou errando no momento da virada do skate e zerou. Ele tentou a mesma manobra na rodada seguinte e acertou, marcando 80.15. O brasileiro ficou de cara fechada e aparentou não gostar da nota.

Juntando um nollie com um switch feeble, Hoefler somou 70.04 na terceira manobra. Neste momento, Gustavo Ribeiro era o líder somando 86.00 e 90.20 só nas tricks, com Onodera em segundo e o eslovaco Richar Tury em terceiro. Com um erro e um espetacular 93.36, Giraud estava ainda tentando entrar no pódio. 

Beneficiado pelos erros dos adversários para ficar entre os primeiro, Kelvin chegou na quarta manobra precisando de 84.16 para entrar no pódio, mas ele acabou errando a manobra e perdeu a chance de pódio. Essa mesma nota lhe daria a quarta colocação e mais pontos no ranking. Ele acertou na última manobra e tirou 87.32, garantindo o quarto lugar.

Gustavo precisava de um 87.36 para superar Giraud, que havia tirado 91.48 na manobra anterior e tentou a virada com um bigger flip. Porém, errou a manobra e ficou na segunda colocação.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar