Últimas Notícias

Pedro Petrich é o melhor brasileiro na estreia da Copa do Mundo Júnior de Esgrima

Reprodução: Instagram da Confederação Brasileira de Esgrima / @cbesgrima

 

Teve início nesta sexta-feira (6) o primeiro desafio de 2023 na Esgrima. A Copa do Mundo Júnior está sendo realizada na cidade de Udine, norte da Itália, e é a primeira competição oficial da Federação Internacional de Esgrima (FIE) neste ano. Ao todo dez Brasileiros estarão na competição, que teve como melhor resultado hoje o Top50 de Pedro Petrich.

 

Na disputa da espada do torneio masculino, Pedro Petrich chegou à disputa do quadro de 64, sendo superado pelo então nº 4 do mundo, o francês Lino Vazquez. O esgrimista da França conseguiu vencer o confronto por 15 a 9, eliminando o brasileiro, que concluiu a competição na 49ª colocação, assegurando uma posição entre os 50 melhores do mundo.  



O Brasil também foi representado nas disputas de hoje por Felipe Leal, Nicky Wu e Daniel Coste, que foram superados ainda na fase de pules. O torneio segue neste sábado, com a presença brasileira na competição por equipes, com o masculino no florete e o feminino na espada. As disputas terminam no domingo, dia 8. 

 

Ao todo, serão dez brasileiros em ação, nas competições individuais e de equipes deste primeiro desafio de 2023:

Florete Masculino: Lorenzo Mion, Ricardo Pacheco e Paulo Morais.

Espada Feminina: Victoria Vizeu, Ginevra Giordano e Clara Amaral.

Espada Masculina: Pedro Petrich, Nicky Wu, Felipe Leal e Daniel Coste.


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar