Últimas Notícias

Mayra Aguiar e Rafaela Silva concorrem ao prêmio de melhor judoca de 2022

Kulumbegashvili Tamara/IJF


A Federação Internacional de Judô (IJF) anunciou na última quarta (11) os indicados ao prêmio Judo Awards 2022, onde a entidade elege os melhores judocas do ano. E Mayra Aguiar e Rafaela Silva estão na disputa pelo prêmio de melhor judoca feminina de 2022.

Foi um ano especial para as duas. Mayra conquistou o tricampeonato mundial em 2022 na categoria até 78kg, feito inédito para uma judoca brasileira, além do bronze no Masters no fim do ano e do primeiro lugar no ranking mundial de sua modalidade. 

Já Rafaela conquistou seu segundo título mundial na categoria até 57kg, após ter cumprido a punição por doping que a tirou da olimpíada de Tóquio. Rafaela também levou o título pan-americano e terminou 2022 no sexto lugar no ranking mundial.

Mas Rafa e Mayra terão concorrentes forte por esse prêmio: a japonesa Uta Abe - tricampeã mundial, a francesa Romane Dicko, campeã mundial e do masters em 2022 - e a croata Barbara Matic - bicampeã mundial, estão na briga por esse título.

A eleição será por votação popular no site https://awards.ijf.org/ e começa oficialmente hoje e vai até o dia 31 de janeiro. Para votar é preciso criar uma conta no site da ijf. Os vencedores serão anunciados em 5 de fevereiro.

Veja abaixo os concorrentes em outras categorias:

Melhor judoca masculino

- Tato Grigalashvili (Geórgia)

- Andy Granda (Cuba)

- Davlat Bobonov (Uzbequistão)

- Tsogtbaatar Tsend-Ochir (Mongólia)

- Hifume Abe (Japão)


Ippon do ano

- Astride Gneto (França)

- Christa Deguchi (Canadá)

- Denis Vieru (Romênia)

- Beka Gviniashvili (Geórgia)

- Hashimoto Soichi (Japão)

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar