Últimas Notícias

Diretor do Aberto da Austrália rejeita mudar data do torneio

Foto: Andy Brownbill/Associated Press

 

Craig Tiley, diretor do torneio do Aberto da Austrália, rejeitou as sugestões para modificar as datas do Grand Slam australiano para outra parte da temporada, chamando as propostas de "reivindicação ridícula e bizarra" sobre as alegações relativas ao calendário e ao calor desta época do ano.

 

O diretor criticou uma reportagem recente da News Corp, que pedia o reagendamento do torneio, mesmo admitindo que a temporada tem sido muito longa. "Eu li isso [relatório da News Corp], achei absolutamente ridículo, uma afirmação bizarra", disse Tiley, de acordo com a ABC.

 

"Você fala com todos os jogadores, esta é a temporada. Começa em janeiro e começa aqui na Austrália. Termina com a Copa Davis no final do lado masculino e também tem o lado feminino, mas entendo que é uma temporada longa”. 

 

"Estamos conversando sobre isso há muito tempo, mas a Austrália é o verão, a Austrália é janeiro e este evento é - da perspectiva dos jogadores - um de seus lugares favoritos para jogar. Eles estão vindo para cá mais cedo, agora estamos vendo jogadores aqui por seis semanas, por sete semanas e a preparação para o verão australiano está muito normalizada. Eles sabem o que precisam fazer", completou Tyler.

 

A temporada 2023 já começou com eventos de aquecimento para o primeiro Grand Slam do ano, programado para acontecer de 16 a 29 de janeiro e está planejada para encerrar com as disputas das finais da Copa Davis em 20 de novembro e a Copa Billie Jean King em 6 de novembro.


No ano de 2014, gandulas, atendentes e jogadores sofreram com males relacionados ao calor, como foi o caso do canadense Frank Dancevic, que chegou a alucinar e desmaiar durante a partida individual masculina, enquanto o croata Ivan Dodig também desmaiou e foi forçado a se retirar.

 

Em 2020, o grupo climático Monash Climate Change Communication Research Hub sugeriu que o Aberto da Austrália fosse transferido para março ou novembro, para lidar com o calor extremo no verão de Melbourne em janeiro.

 

Desde de 2019 que os organizadores do Aberto da Austrália implementaram uma nova Política de Calor Extremo, e isso levou à suspensão das partidas em quadra externa e à Rod Laver Arena fechando seu teto para as semifinais de duplas mistas em 2020.


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar