Últimas Notícias

De olho em uma vaga nos Jogos de Paris 2024, nova dupla Evandro/Arthur Lanci se prepara no Centro de Treinamento da CBV

Foto: Divulgação/CBV


Uma nova dupla se prepara para encarar os desafios da corrida olímpica, que define os representantes brasileiros nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Evandro, de 32 anos que representou o Brasil no Rio e em Tóquio, e Arthur Lanci, de 26. Eles realizam uma das etapas da pré-temporada no Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Voleibol, em Saquarema. Nos treinos, dividem a quadra com quem é inspiração e referência para caminhos olímpicos: Alison, medalha de ouro em 2016, no Rio de Janeiro.

“Venho para Saquarema desde 2008, quando ainda jogava quadra. Aqui é minha segunda casa, ficamos totalmente focados nos treinamentos. Viemos com toda a nossa comissão técnica. É um ano de muitos torneios, de corrida olímpica e de Copa do Mundo, e precisamos de uma base forte. Estamos nos conhecendo, mas já muito confiantes”, diz Evandro.

O primeiro desafio internacional da nova dupla já está marcado. Eles vão representar o Brasil em duas etapas do Circuito Sul-Americano, ambas na Argentina, em fevereiro. “A expectativa é a melhor possível. Temos uma equipe muito boa, na qual confio de olhos fechados, além de um dos melhores jogadores do mundo ao meu lado. Acredito muito na nossa dupla”, diz Arthur Lanci, que ao lado do parceiro aprimora a parte física e a técnica com a infraestrutura de quadras e academia do Centro de Treinamento.

“São dois jogadores com um talento absurdo. Já trabalhei com o Arthur Lanci na base e com o Evandro há alguns anos. Estamos em um momento de ajustes, aproveitando as características de cada um deles. Eles estão respondendo muito bem. Esse início de trabalho está sendo muito positivo”, garante o técnico Wallace Ramos.

Ainda sem anunciar o nome de seu novo parceiro, Alison também se pega pesado em Saquarema na preparação para a temporada 2023. “Saquarema é muito importante para todos os atletas do vôlei de praia e de quadra. É um exemplo para todo o mundo, outros países se inspiraram nessa estrutura para criarem seus centros de treinamento. O Brasil domina o vôlei de praia há 20 anos e hoje uma nova geração está aparecendo e vai ter oportunidade de usar esse lugar como base. Há mais de 10 anos faço minha pré-temporada aqui e sempre tive resultado”, diz Alison, que fez questão de elogiar os parceiros de treinos. “É um ciclo olímpico diferente. Eu estou mais experiente depois de três ciclos olímpicos. É um grande prazer fazer essa pré-temporada com o Evandro e o Arthur Lanci, que formam uma dupla nova e estão na briga por uma vaga em Paris. Trocamos experiências e isso ajuda no crescimento do voleibol de todos”.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar