Últimas Notícias

Brasileiro é o 9º lugar no ISSF World Cup Shotgun do Marrocos

Reprodução: cbte.org.br
 


O brasileiro Emanuel Munaretto ficou com a 9ª colocação no ISSF World Cup Shotgun do Marrocos. O torneio está sendo realizado em Rabat e é a primeira grande competição de Tiro Esportivo de 2023. A disputa que iniciou em 11 de Janeiro conta com a participação dos brasileiros: Emanuel Munaretto, Haddy Darwich Gomes, José Artur Fortunato e Leonardo Lustoza.

 

Muneratto marcou 118 pontos em 125 possíveis, ficando apenas um ponto atrás do oitavo e último classificado para a fase final da ISSF World Cup Shotgun. Leonardo Lustoza, campeão mundial júnior de 2019, terminou a prova em 19º lugar, com 116/125. José Artur Fortunato foi o 59º (109pts) e Haddy Darwich Gomes ficou em 72º (100pts).

 

No primeiro dia de competição da Fossa Olímpica foram disputadas duas séries. O brasileiro melhor colocado foi Muneratto que marcou 45 em 50 pontos possíveis e terminou na 34ª colocação. Lustoza acertou 44/50 (51º), Fortunato assinalou 40/50 (71º) e Haddy fez 38/50 (76º).

 

No dia seguinte mais duas séries e os quatro brasileiros melhoraram seu desempenho. Leonardo Lustoza subiu para o 10º lugar (94/100), Emanuel Muneratto passou para a 14ª posição (93/100), José Fortunato ficou em 51º (88/100) e Haddy Darwich acabou em 73º (78/100).

 

O campeão da prova foi o britânico Matthew Coward-Holley, com 32 pontos, na final contra o tcheco David Kostelecky, que fez 31. O português João Azevedo ficou com a medalha de bronze. Nesta segunda-feira, será realizada a prova por equipe e o Brasil será representado por Fortunato, Lustoza e Muneratto,


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar