Últimas Notícias

Brasil estreia com derrota contra a Suécia em Mundial de Handebol Masculino

A estreia do Brasil no Campeonato Mundial de Handebol Masculino 2023 foi com derrota. Enfrentando os donos da casa, na Scandinavium Arena lotada, os guerreiros viram a Suécia crescer no segundo tempo e mostraram porque eram os favoritos da partida, vencendo por 26x18. 

Suécia estreia com vitória sobre o Brasil. (Foto: IHF)

No primeiro tempo, a seleção brasileira jogou de igual para igual e manteve o placar empatado durante grande parte do jogo. O goleiro Rangel fez cinco defesas antes do intervalo e contou com a participação do grande defensor Thiagus Petrus para travar o ataque sueco. Apesar disso, erros como passivo falta de ataque levaram a Suécia a ir para o intervalo com a vantagem de dois gols (11x9)

No reinício, foi a vez do goleiro do Paris Saint-German, Andreas Palicka, de brilhar. Com 17 defesas e aproveitamento de 49%, inclusive marcando um gol, ele foi eleito o melhor jogador da partida. 
O lateral direito Jim Gottfridsson teve uma eficiência de 100%, com seis gols em seis tentativas.

Grupo C

Na outra partida válida pelo grupo C, Cabo Verde derrotou o Uruguai por 33x25. No sábado, os africanos enfrentam o time da casa, a Suécia, enquanto o Brasil precisa de uma vitória sobre o Uruguai.

Resultados 12/01

Grupo A
Espanha 30x25 Montenegro
Chile 24x25 Irã

Grupo B
Arábia Saudita 19x33 Eslovênia

Grupo D
Hungria 35x27 Coreia
Islândia 30x26 Portugal

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar