Últimas Notícias

Australian Open terá Sabalenka contra Rybakina na final feminina

Foto: Tennis Australia

 

O Australian Open 2023 definiu os finalistas da chave feminina de simples. A tenista de Belarus, Aryna Sabalenka enfrentará Elena Rybakina, do Cazaquistão, valendo o lugar mais alto do pódio em Melborne. Nas duplas, a chave masculina também definiu seus finalistas, os anfitriões Jason Kubler e Rinky Hijikata enfrentarão a dupla formada por Hugo Nys, de Mônaco, e Jan Zielinski, da Polônia.

 

Aryna Sabalenka fez jus ao seu favoritismo e garantiu vaga na decisão do Australian Open 2023 ao vencer a surpresa da competição Magda Linette, da Polônia. Após um primeiro set muito equilibrado, Sabalenka fez valer sua posição de nº5 do ranking e fechou a partida em 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7-1) e 6/1. A tenista de Belarus chega a sua primeira final de um Grand Slam, embalada pela conquista do título do WTA 500 de Adelaide, no início do ano.

 

Na decisão, que ocorrerá no sábado, Sabalenka enfrentará Rybakina, 25ª do ranking e atual campeã de Wimbledon. A tenista do Cazaquistão superou nas semifinais a ex-número 1 do mundo e bicampeã do Australian Open, Victoria Azarenka, por 7/6 (7-4) e 6/3. Rybakina venceu os pontos decisivos e mesmo com um jogo muito equilibrado conseguiu fechar a partida e se garantir na final.

 

Na chave de duplas masculina a surpresa é a presença na final de uma dupla convidada. Os australianos Jason Kubler e Rinky Hijikata chegam à primeira final de Grand Slam de suas carreiras, após superarem a dupla cabeça de chave nº8 formada pelo espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos, em uma vitória consistente em sets diretos com parciais de 6/4 e 6/2.

 

Na final do sábado eles enfrentarão a dupla formada pelo monegasco Hugo Nys e o polonês Jan Zielinski. Eles venceram, em uma disputa de três sets, os franceses Jeremy Chardy e Fabrice Martin por 6/3, 5/7 e 6/2. Juntos, Nys e Zielinski já conquistaram o ATP de Metz no ano passado e agora buscam o primeiro Grand Slam da parceria.

 

Na chave juvenil do Australian Open, o brasileiro João Fonseca enfrentou o seu parceiro nas duplas, o belga Alexander Blockx, e acabou eliminado após uma longa batalha de três sets, parciais de 6/7 (7-9), 7/6 (7-5) e 6/3. O brasileiro, no entanto, se juntou a Alexander Blockx para juntos conquistarem uma vaga nas finais de duplas masculinas. Eles venceram os australianos Cooper Errey e Marcus Schoeman por 7/5 e 7/6 (7-1) e aguardam o confronto na decisão contra Learner Tien e Cooper Williams, dos Estados Unidos.


O dia 27 de janeiro na Austrália será especial para o tênis brasileiro, pela primeira vez na história o Brasil estará presente na disputa de três finais de Grand Slam no mesmo dia. A principal atração será a final das duplas mistas com Luísa Stefani e Rafael Matos encarando os indianos Sania Mirza e Rohan Bopanna. Na chave de duplas masculinas do juvenil, João Fonseca e Alexander Blockx disputam a final contra Learner Tien e Cooper Williams e na final das duplas do quad teremos Ymanitu Silva e Donald Ramphadi contra Sam Schroder e Niels Vink.


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar