Viviane Lyra fica em 8º na prova dos 35km da marcha atlética no Mundial de Atletismo; Peruana fatura o segundo ouro


A brasileira Viviane Santana Lyra ficou na oitava posição e bateu o recorde brasileiro, com 2:45:02, na final dos 35 km da marcha atlética do Campeonato Mundial de Atletismo do Oregon, nesta sexta-feira (22/7), oitavo dia de disputa da competição, que termina no domingo (24/7). A prova foi disputada em um percurso em loop de 1 km, começando e terminando no Martin Luther King Jr. Boulevard em frente ao Estádio Autzen, da Universidade do Oregon.

A peruana Kimberly García León, campeã também dos 20 km, com 2:39:16, obteve recorde do campeonato, ficou com a medalha de ouro. Ela é treinada por Andrés Chocho, marido da brasileira Érica Sena - que teve filho há pouco tempo -, em Cuenca, no Equador. A polonesa Katarzyna Zdzieblo ficou com a medalha de prata (2:40:03) e a chinesa Shijie Qieyang com a de bronze (2:40:37).

Viviane Lyra bateu o próprio recorde brasileiro dos 35 km, que era de 2:49.12, obtido em 23 de abril deste ano, em Dundice, na Eslováquia, numa prova da série ouro do Circuito Mundial de Marcha Atlética (a marca foi índice para o Mundial). Ela comemorou muito o resultado na chegada em seu segundo Mundial. Viviane é treinada pelo marido Luís Paulo Porto.

Elianay Pereira foi 30ª com 3:05:39, sua melhor marca pessoal na temporada, e Mayara Luize Vicentainer a 31ª, com 3:06.10.

Foto: Carol Coelho/CBAt
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top