Sem dificuldades, França e Estados Unidos avançam à final da Liga das Nações de Vôlei masculino



Quem viu os jogos das semifinais da Liga das Nações de Vôlei masculino, neste sábado (23), não teve dúvidas que Estados Unidos e França sobraram para chegarem à final da competição. O público em Bolonha, na Itália, não teve dúvida da superioridade apresentada pelas equipes na quadra, mesmo contra o time local.

No primeiro jogo, os estadunidenses não tomaram conhecimento da atual bicampeã mundial, Polônia, e passaram por 3 sets a 0 (25-22, 25-23 e 25-13). Os contra-ataques dos Estados Unidos foram muito eficientes, não permitindo o avanço dos europeus na partida. No último set, uma sequência de saques venenosos de DeFalco, Smith e Jendryk, oito aces na parcial, tirou qualquer expectativa de reação polonesa.

Já no aguardado confronto entre os donos da casa e os atuais campeões olímpicos, o resultado de 3 a 0 chamou a atenção. Com um inspirado Ngapeth, a França venceu a Itália em  parciais diretas (25-22, 25-20 e 25-15), calando o ginásio.

Desta forma, a edição de 2022 da VNL será decidida entre Estados Unidos e França, neste domingo (24), às 16h. Também será o momento de consagrar um novo campeão da competição, já que os estadunidenses tem como melhor resultado a prata em 2019 e os franceses o bronze em 2021. A medalha de bronze será decidida entre Itália e Polônia, às 13h.

Como Liga Mundial de Vôlei a França e Estados Unidos somam dois títulos cada. Os europeus venceram em 2015 e 2017, enquanto os norte-americanos em 2008 e 2014. 

Foto: FIVB

Código adsense convertido aqui

1 Comentários

  1. Com relação a esses jogos pela VNL, Eu vi um final for em os EUA estão no mesmo nível dos franceses Sim, e apresentaram pra mim uma solidez no fundamento defesa muito+ bem postado taticamente, além de consistente ataques ofensivos bem executado aliadas a uma extrema concentração digna de finalista da competição da fivb, no entanto vai ser um jogo/ final muito parelho, e penso que os EUA venceram esse jogo final 🇨🇵🇺🇲👁️🤞🏆👍

    ResponderExcluir
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top