Medalha de ouro olímpica de Jordyn Poulter é encotrada em saco plástico

 

A medalha de ouro olímpica roubada da estadunidense Jordyn Poulter, integrante da equipe olímpica de vôlei feminino em Tóquio 2022, foi encontrada no sul da Califórnia, de acordo com autoridades locais.

De acordo com Poulter, o roubo de sua medalha olímpica ocorreu no dia 25 de maio, depois que ela descobriu que seu carro foi arrombado em uma garagem em Anaheim.

No mesmo dia mais tarde, a polícia prendeu o suspeito do roubo, porém a medalha não foi localizada.

Na segunda-feira (27), os proprietários de uma barbearia de Anaheim relataram ter encontrado a medalha de ouro em um saco de lixo descartado do lado de fora do estabelecimento e informaram a polícia do ocorrido. Eles entregaram a polícia, que planeja devolvê-la a Poulter.

O suspeito do crime é morador de Anaheim, possui um “longo histórico” criminal e possui várias acusações entre elas, roubo residencial, roubo de identidade e posse de narcóticos.

Poulter agora com 24 anos, foi a atleta mais jovem da equipe campeã olímpica em Tóquio 2022,

Foto: Twitter

Postar um comentário

To Top