Maia e Leony vencem a Red Bull BC One Cypher Brasil e garantem vagas no Mundial de Breaking

 

Leony e Maia carimbam o passaporte para o Mundial. Foto: Reprodução Red Bull BC One/Youtube


O breaking é a nova modalidade olímpica que chama atenção pela ginga, técnica e pelo hip-hop da cabeça à ponta do pé. Após quatro cyphers eliminatórias regionais de muito equilíbrio, a Red Bull BC One Cypher Brasil 2022 apresentou seus dois vencedores: a bgirl Maia e o bboy Leony, neste domingo (31), em São Paulo. Ambos ganharam uma vaga na Final Mundial do Red Bull BC One, que será disputada em novembro, em Nova York, nos Estados Unidos.

As cyphers selecionaram os 16 melhores breakers do Brasil para as finais da etapa de São Paulo do Red Bull BC One. Os chaveamentos funcionaram no esquema mata-mata, já escolhidos a partir das oitavas-de-final. A bgirl Maia bateu Livia nas oitavas, Fran na semi e Mini Japa na final. Já o bboy Leonny, venceu Rato nas oitavas, Klay na semi e Allef the deep na final.

Destaque para as semifinais que agitaram ainda mais o público. Na semifinal masculina, Bart e Allef em show de carisma e muito equilíbrio deixaram o público de pé. Na semifinal feminina, Itsa x mini japa, também fizeram bonito e deram show de carisma e criatividade. Em vários momentos as decisões dos jurados não foram unânimes, o que traduz o tom de equilíbrio das batalhas.

As finais exigiram concentração e criatividade dos breakers. Boas variações, expressividade, musicalidade e autenticidade conseguiram levar o bboy Leony à conquista. A bbgirl Maia apresentou em suas três entradas charme, boas variações de movimentos, além de irreverência em seu conjunto. 

Em entrevista ao final das batalhas, a campeã Maia destacou a felicidade pela vitória “Hoje eu vim pra me divertir. Dei do meu coração pra fora, em nenhum momento tava pensando em ganhar, fui de coração aberto, sentindo a energia do público", disse a bgril.

Já Leonny, destacou o equilíbrio e a autenticidade de cada breaker da final “Breaking é a defesa do seu estilo da melhor forma possível, foi uma das melhores finais que já fiz na minha vida”, relatou o bboy. 



DESTINO PARIS 2024

Em novembro será realizada a primeira competição que valerá pontos no ranking brasileiro da modalidade para disputarem a vaga que abrirá passagem para as olimpíadas. Bboys e bgirls precisam se filiar ao Conselho Nacional de Dança Esportiva (CNDD) para estarem aptos a disputa.. 

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top