Croácia e Cuba vencem Challanger Cup e garantem presença na próxima Liga das Nações

Reprodução: volleyballworld.com
 

A Challanger Cup de vôlei chegou ao fim neste domingo (31) e definiu os classificados para a próxima Liga das Nações. A competição no masculino foi disputada em Seul, na Coreia do Sul,  e teve os cubanos sagrando-se campeões após vencer a Turquia por 3 sets a 1. Mais tarde, na final feminina, quem levantou o troféu e também garantiu a vaga na Liga das Nações 2023 foi a seleção da Croácia, anfitriã desta fase final, que venceu a Bélgica por 3 sets a 1.


O título da Challanger Cup feminina e a vaga para disputar de forma inédita a Liga das Nações ficaram com as anfitriãs, a seleção da Croácia, que apoiada pela torcida local derrotou a seleção da Bélgica. O resultado histórico foi construído com vitória por 3 sets a 1, parciais de 25-20, 21-25, 25-22 e 25-21. A oposta croata Samanta Fabris, somou 31 pontos, sendo incríveis 30 pontos de ataque.

 

Outro ponto forte explorado pela seleção croata nesta final foram as centrais Bozana Butigan e Martina Samadan, que juntas chegaram a 24 pontos, quase um set inteiro só da dupla de centrais. Cada uma das atletas marcou 12 pontos cada e um total de 6 bloqueios divididos igualmente pelas duas. Na campanha da Challenger Cup, a seleção da Croácia venceu  as seleções do Cazaquistão, de Porto Rico e da Bélgica, consagrando-se assim com o título inédito e a primeira participação na Liga das Nações. A medalha de bronze ficou com Porto Rico que derrotou a seleção da Colômbia por 3 a 1, parciais de 27-25, 23-25, 25-23 e 25-18.

 

No masculino, apresentando um jogo muito seguro, a seleção de Cuba foi quem sagrou-se campeã da Challanger Cup e conquistou uma vaga para a disputa da Liga das Nações em 2023. Os caribenhos venceram a Turquia por 3 sets a 1, parciais de 25-17, 23-25, 25-20 e 25-20, deixando uma boa impressão e uma sensação de que o time ainda pode melhorar com o retorno de alguns desfalques. 

 

A seleção cubana não contou com a presença de alguns principais jogadores durante a disputa da Challanger Cup e ainda assim ficou com o troféu. Não estiveram presentes no torneio os dois centrais: Simon e Osoria e ainda perdeu o ponteiro Yant durante a competição. Nesta final, quem se destacou foi o ponteiro Miguel Lopez, ele foi o maior pontuador com 20 pontos sendo 16 no ataque, dois no saque e dois no bloqueio. Na disputa do terceiro lugar, a anfitriã Coreia do Sul venceu a República Tcheca no tie-break, parciais de 25-19, 25-16, 24-26, 23-25 e 22-20 e ficou com a medalha de bronze.


Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top