Amanda Schott, Bruna Piloto e Amanda Souza fecham quarto dia de participação brasileira no Pan de Levantamento de Pesos


O Campeonato Pan-Americano de Levantamento de Pesos chegou ao quarto dia com três brasileiras em plataforma em Bogotá, na Colômbia. Na quarta-feira (27), Amanda Schott entrou em ação no grupo A dos 71kg e terminou na nona colocação geral, enquanto Bruna Piloto também disputou a principal sessão dos 64kg e fechou participação na décima posição. Dia ainda teve Amanda Souza, que fez levantamentos no grupo B dos 76kg.

Amanda Schott foi para a competição para 71kg com a primeira tentativa em 90kg. Tranquila, a brasileira fez bem o arranco e vibrou. Para o segundo intento, a pesista foi para a plataforma tentar erguer 95kg. Ela colocou a barra para cima, mas não concluiu a performance. O mesmo cenário aconteceu na derradeira chance da representante do Brasil, que falhou ao tentar 98kg.

Os 90kg do primeiro arranco de Schott a colocou na nona colocação do movimento, que foi vencido pela equatoriana Angie Dajomes com 113kg. O pódio foi completado por Mari Perinan, da Colômbia – que cumpriu 112kg – e pela mexicana Jessica Gonzalez – levantou 102kg.

Schott voltou aos holofotes em seu primeiro arremesso, que foi de 110kg. A mesma tranquilidade transmitida pela atleta em sua estreia no arranco foi novamente vista no primeiro movimento de Amanda, que foi válido. No segundo intento, ela foi para 115kg e voltou a acertar, comemorando após lograr êxito. Vibração maior veio em sua sequência na competição, quando finalizou com validade um arremesso de 120kg.

Com 120kg, a brasileira ficou no sétimo lugar do movimento. O ouro foi da colombiana Mari Perinan (134kg), a prata da equatoriana Angle Dajomes (134kg) e o bronze da norte-americana Meredith Alwine (132kg).

A classificação geral teve a representante do Equador, Angle, com o título ao somar 247kg. A vice-liderança terminou nas mãos da atleta da casa, Mari, que acumulou 246kg levantados. Por fim, a pesista dos Estados Unidos, Meredith, fechou o pódio com 243kg.

Na disputa dos 64kg feminino, Bruna Piloto começou a sua exibição do arranco com 80kg de carga e logrou êxito. Para o segundo movimento, a sua pedida foi aumentada para 84kg e, mais uma vez, fez um levantamento perfeito. Confiante com os dois últimos acertos, a pesista tentou cumprir 87kg na barra, mas acabou não conseguindo acertar.

Com os 84kg levantados, a brasileira ficou na décima colocação do arranco. A campeã foi a atleta da casa, Nathalia Mosquera (106kg), a vice foi também colombiana Julieth Quintero (101kg) e a terceira colocada foi do México, Queysi González (93kg).

Para o arremesso, Bruna foi para a tentativa da sua carga inicial de 100kg e acabou não conseguindo colocar a barra no peito. Mesmo com a falha, ela aumentou um quilo para a sua volta à plataforma e até conseguiu executar o levantamento, mas de forma inválida. Sem nenhum arremesso no marcador, a brasileira voltou a tentar 101kg, desta vez, com perfeição. Com o desempenho, ela ficou também na décima colocação no movimento.

O pódio do arremesso e do geral foi idêntico ao do arranco: Nathalia Mosquera saiu com os ouros (129kg no arranco e 235kg no total), Julieth Quintero ficou com as pratas (123kg; 224kg) e Queysi González foi a medalhista de bronze nessas duas ocasiões (115kg; 208kg).

Amanda Souza faz segunda melhor campanha no grupo B dos 76kg


O país ainda teve Amanda Souza na disputa do grupo B dos 76kg feminino. Ela terminou a sessão na segunda colocação geral e do arranco, e na terceira do arremesso. A definição das posições finais da brasileira na categoria acontece nesta quinta-feira (28), às 15h30 (de Brasília), quando o grupo A completa o quadro.

Souza foi para a primeira tentativa de 87kg no arranco e fez o movimento com fluidez. A segunda ação da brasileira foi de 92kg, em que a pesista foi muito bem. O terceiro intento foi de 96kg, ocasião que ela acabou falhando.

No arremesso, a pesista começou acertando a primeira execução de 113kg. A atleta do Brasil voltou para a plataforma para levantar 117kg e o fez com perfeição. A derradeira participação de Amanda foi uma tentativa de arremessar 121kg, em que ela terminou não concluindo.

Foto: Washington Alves/Light Press/CBLP
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top