Nigéria desiste do mundial de basquete feminino; Mali entra em seu lugar



O Mundial de basquete feminino, que será disputado na Austrália perdeu mais um participante. Em nota, a FIBA (Federação Internacional de basquete) anunciou que a Nigéria não disputará a competição.


Na nota, a FIBA explica que o presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, retirou a Federação de Basquete da Nigéria (NBBF) de todas as competições e atividades internacionais de basquete por um período de dois anos.


A NBBF vive um imbróglio desde janeiro, quando o atual presidente, Musa Kida, foi reeleito, e Igoche Mark venceu outra votação, realizada em separado. Em maio, Buhari aprovou a retirada das seleções da NBFF das competições internacionais por dois anos ou até que este problema seja resolvido.


Em seu lugar, entra a seleção de Mali, que disputou o pré-mundial em fevereiro desse ano e foi derrotado pela seleção nigeriana. Essa é a segunda alteração que ocorre no mundial de basquete feminino, já que a primeira foi a entrada de Porto Rico no lugar da seleção russa, suspensa pela FIBA por conta da guerra contra à Ucrânia. 


O mundial de basquete ocorrerá em Sydney entre os dias 22 de setembro e 1º de outubro. Confira abaixo a ordem dos grupos:


Grupo A - Bélgica, China, Bósnia Hezergovina, Porto Rico, Coreia do Sul e Estados Unidos

Grupo B - França, Sérvia, Japão, Mali, Canadá e Austrália


foto: FIBA/Divulgação

Postar um comentário

To Top