Mesmo jogando em casa, Brasil tem somente duas vitórias na 1ª semana de Liga das Nações

A semana de estreia da Liga das Nações masculina não foi boa para a seleção brasileira. O time comandado por Renan Dal Zotto não conseguiu aproveitar a vantagem de jogar em casa, com o apoio de ótimo público no ginásio Nilson Nelson, e acumulou duas vitórias e duas derrotas. 

Os triunfos contra Austrália, 3x0, e Eslovênia, 3x1, não empolgaram. Mesmo considerando as ausências importantes de Lucarelli e Leal, ambos fora por lesão, o time brasileiro apresentou diversas falhas em praticamente todos os fundamentos, com destaque negativo para os erros de recepção e passe. 

Além disso, a atuação fraca contra os Estados Unidos no sábado (11) somada a derrota inesperada para a China no domingo (12) ascendeu um alerta na comissão técnica. Das 16 seleções participantes, somente sete avançam para a fase final. Com apenas 6 pontos somados, o Brasil ocupa a 8ª colocação, tendo ainda Sérvia, Eslovênia e Irã na cola com a mesma pontuação. 

Além das derrotas, o Brasil ainda perdeu a liderança do ranking mundial, posição que era ocupada pela seleção há quase vinte anos.

Se Renan Dal Zotto pode comemorar algum ponto positivo é devido a volta de Alan, que ficou meses sem jogar devido a uma lesão. O oposto brasileiro é o maior pontuador da Liga com 78 pontos marcados, sendo 66 de ataque, nove de bloqueio e três de saque. 

Em busca de uma melhor colocação no ranking e de uma crescente expressiva no desempenho da equipe, a seleção viaja para Sofia, na Bulgária, para a disputa da segunda semana da Liga das Nações, entre os dias 22 e 26 de junho. Os adversários serão, respectivamente, Polônia, Sérvia, Irã e Bulgária e a transmissão é do Sportv 2.

Jogos da 2ª Semana:

22/06 - 11h - Brasil x Polônia

23/06 - 10h30 - Brasil x Sérvia

24/06 - 10h30 - Brasil x Irã

26/06 - 14h - Brasil x Bulgária 


Fotos: Volleyball Nations League

Postar um comentário

To Top