Mayra Aguiar é prata e Brasil fecha Grand Slam de Tbilisi de judô com quatro medalhas



O Brasil fechou sua participação no Grand Slam de Tbilisi, neste domingo (5) com mais um pódio. Mayra Aguiar garantiu a medalha de prata na categoria até 78kg após vencer duas lutas e parar apenas na alemã Anna-Maria Wagner, na grande final. Os 700 pontos em Tbilisi devem ajudar Mayra a voltar ao Top 8 do mundo e, assim, conseguir entrar nas próximas competições como cabeça-de-chave.  


Para chegar à final, Mayra bateu Tchanturia, da Geórgia, por ippon, e superou Audrey Tcheumeo, da França, uma rival de longa data, também por ippon, na semifinal. Na luta pelo ouro, Mayra dominou as ações, mas Wagner aproveitou a única oportunidade que teve para projetar a brasileira, marcar um waza-ari e administrou a vantagem até o fim para ficar com o ouro. 


Nas chaves masculinas, o Brasil contou com André Humberto (100kg) e Juscelino Nascimento Jr (+100kg). O melhor desempenho foi do meio-pesado, que venceu o ucraniano Oleksii Yershov, na primeira luta, mas não passou por Beriashvili, da Geórgia, nas quartas, e nem por Serikbayev, do Cazaquistão, na repescagem.  Já Juscelino parou no francês Joseph Terhec, na primeira rodada.  


O país ficou em 9º lugar no quadro geral de medalhas. Além de Mayra, Ketleyn Quadros (63kg) foi prata, Rafaela Silva (57kg) e Tamires Crude (63kg) foram bronze.  A próxima etapa do Circuito Mundial IJF será o Grand Slam de Ulaanbaatar, na Mongólia, evento que iniciará a classificação olímpica para os Jogos Paris 2024 e que ocorrerá entre os dias 24 e 26 de junho.


Foto: Emanuele Feliciantonio

Postar um comentário

To Top