Jack Robinson vira sobre Gabriel Medina e Filipe Toledo e vence a etapa de G-Land da WSL


O líder do campeonato Filipe Toledo foi vice-campeão da etapa de G-Land (INA), neste sábado (04), após perder de virada nos segundos finais para o australiano Jack Robinson. Gabriel Medina foi o terceiro colocado e Jadson André, o quinto.


Filipinho manteve a liderança com 32.240 pontos contra 32.160 de Robinson. Fecham o top-5, o havaiano John John Florence, o japonês Igarashi Kanoa e o australiano Ethan Ewing.


Jack começou melhor a decisão fazendo duas boas ondas, somando 6.50 e 5.33, colocando o brasileiro em combinação de 11.83. Mas Filipe reagiu conseguindo um 7.83 e um 5.33, levando o australiano para o segundo lugar, precisando de 6.67 para virar.


Com a prioridade, Robinson foi estratégico e só buscou onda nos minutos finais, conseguindo um 7.00 com três batidas no topo da onda, deixando o placar em 13.50 a 13.16 a favor. 


Nas quartas de final, Medina fez duas ondas de manobra espetaculares, rasgando a parede da onda sem erros e batendo com categoria no lip, ele somou 8.77 e 8.50, totalizando 17.27 contra 11.66 (6.33 + 5.33).


Do outro lado da chave, Filipinho venceu o estadunidense Griffin Colapinto por 12.60 (6.77 + 5.83) a 8.84 (7.67 + 1.17).


A chance de uma final brasileira entre Filipe e Gabriel começou a pintar, mas Robinson apareceu no caminho. Enquanto Toledo venceu Connor O'Leary  (AUS) por 12.00 (6.67 + 5.33) a 10.47 (5.60 + 4.87), Robinson conseguiu sair da combinação, o que é raro, e virou contra Medina nos momentos finais, fazendo 13.90 (7.83 + 6.07) a 13.33 (7.00 + 6.33).


Com duas ondas feitas com rasgadas fortes e pancadas no lip, Tatiana Weston-Webb venceu Lakey Peterson (USA) nas quartas por 13.36 a 13.03. A melhor onda de Tati foi 7.33 e a nota de backup foi 6.03, contra 6.70 e 6.33 da estadunidense, que chegou a liderar a bateria por 20 minutos. 


Na semi, contra a campeã olímpica e mundial, Carissa Moore (HAW), Tati até tentou, mas não conseguiu achar ondas muito boas. Já sua adversária conseguiu achar e venceu por 13.83 (7.50 + 6.33) a 7.50 (5.00 + 2.50).


O terceiro lugar deu a Tati, o quinto lugar na classificação, o que lhe concede uma vaga na WSL Finals. Na final feminina, Johanne Defay (FRA) superou Carissa por 14.00 (7.50 + 6.50) a 13.33 (8.50 + 4.83).


A próxima etapa será em El Salvador, entre os dias 12 e 20 de junho.


Foto: Ed Sloane/ WSL

Postar um comentário

To Top