Guilherme Costa avança a mais uma final e iguala recorde de Cielo e Prado no Mundial, veja dia positivo do Brasil

Depois do bronze nos 400m, Guilherme Costa chega a sua terceira final em Budapeste (Foto: Divulgação/CBDA)

O Brasil teve um dia de ótimos desempenhos na piscina do Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste, nesta sexta (24). Todos os brasileiros que caíram nas águas da Duna Arena conseguiram índices que os levaram às próximas fases da competição.

Após uma semana de disputas, o Brasil continua com duas medalhas conquistadas: uma prata e um bronze, na 14ª colocação no quadro geral. O Surto traz um resumo da participação brasileira no 8º dia de disputas:

Natação

Viviane na história!

Primeira mulher em duas finais individuais em um mesmo mundial, Viviane Jungblut entrou na água pelos 800m feminino com a certeza que fez história em Budapeste. Com 8:37.04, ela terminou seu excelente mundial nas piscinas em 8º lugar e agora parte para as disputas na Maratona Aquática, onde participa da prova de revezamento, 5km e 10km.

Mais um revezamento na final

O Brasil caiu na piscina para a final do Revezamento 4x100m misto e saiu com a quebra do recorde sulamericano.

Gabriel Santos abriu o revezamento com uma boa largada e fez a primeira entrega em 6º. Vinícius Assunção foi o segundo na água mantendo a colocação. As incansáveis Giovanna Diamante e Stephanie Balduccini conseguiram segurar as rivais, fazendo com que o time brasileiro fechasse em 6º, com 3:24.78.

Guilherme Costa iguala recorde de lendas

Medalhista de bronze, Guilherme Costa igualou o feito de duas lendas da Natação brasileira, Ricardo Prado e César Cielo, ao se classificar para três finais em uma edição de Mundial. O recorde veio na prova dos 1500m, onde ele passou com o 4º melhor tempo (14:53.03), novo recorde sulamericano. A final será realizada neste sábado (25).

Jhennifer na final!

Com direito a novo recorde sulamericano, Jhennifer Conceição avançou à final dos 50m peito com o 6º melhor tempo (30.28), credenciando-se à disputa de medalhas neste sábado (25). Ela baixou o próprio tempo das eliminatórias em 25 centésimos, quando também foi 6ª com 30.53.

Brasileiros param nas semifinais

Lorrane Ferreira ficou em 15º na semifinal dos 50m livre feminino, com o tempo de 25.24 e não avançou para a final. A brasileira havia ficado em 17º na eliminatória, com o tempo de 25.36 e entrou na semi após a desistência de Kayla Sanchez, do Canadá. 

Nos 50m costas, Guilherme Basseto fez uma ótima campanha, mas acabou caindo na semifinal com o tempo de 24.85, na 10ª posição (segundo reserva), a 24 centésimos da final.

Nado Artístico

O dueto misto do Brasil formado por Fabiano Ferreira e Gabriela Regly avançaram à final da rotina livre com 77.2333 pontos. Eles voltam à piscina no sábado (25) para a disputa de medalhas.

Aumentando nota, dueto misto brasileiro se classifica para segunda final do Nado Artístico no Mundial

Polo Aquático

A seleção feminina de Polo Aquático foi eliminada do Mundial de Esportes Aquáticos, na Hungria após sofrer a terceira derrota consecutiva. Desta vez, as algozes foram as australianas, por 17 a 5, que passaram em primeiro no grupo C. O time agora disputa a 13ª colocação a partir de domingo (26). O primeiro jogo será contra a Tailândia.

Brasileiras perdem para a Austrália e estão eliminadas do Mundial no Polo Aquático

Próximos passos

Neste sábado (25), teremos os últimos brasileiros em busca de finais nas piscinas de Budapeste. No Polo Aquático, o Brasilterá parada dura contra Montenegro. Confira a programação:

Natação

Valendo Medalha

50m peito (F) - Jhennifer Conceição

1500m livre (M) - Guilherme Costa

Eliminatórias

400m medley (F) - Gabrielle Roncatto

Revezamento 4x100m medley (M) - Brasil

Revezamento 4x100m medley (F) - Brasil

Nado Artístico

Valendo Medalha

Dueto Misto - Fabiano Ferreira e Gabriela Regly

Equipes femininas (Highlights) - Brasil

Polo Aquático

3ª rodada - Torneio Masculino

Grupo A

Brasil x Montenegro


Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top