Força máxima! Conheça os representantes do Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste 2022

O Brasil terá representantes em todas as modalidades e gêneros 19ª edição do evento que acontece em Budapeste (Foto: Divulgação CBDA)

O Brasil inicia sua jornada no Mundial de Desportes Aquáticos de Budapeste 2022 nesta sexta-feira (17), com as disputas preliminares no Nado Artístico. No total, o time brasileiro contará com 81 atletas em todas as modalidades (Natação, Maratona Aquática, Nado Artístico, Saltos Ornamentais e Polo Aquático) e gêneros na competição, de acordo com a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA).

A Natação continua como carro chefe em número de atletas, com 30. Dentre eles, os medalhistas olímpicos Bruno Fratus e Fernando Scheffer. Além de outros nomes de destaque nas últimas competições internacionais como Guilherme Costa, Leonardo de Deus, Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Breno Correia e Murilo Sartori.

Outro destaque da delegação é o imparável Nicholas Santos. Detentor de três medalhas em Mundiais em piscina longa e mais onze em piscina curta, o atleta é o mais experiente do time e chega à disputa como um dos favoritos à medalha nos 50m borboleta.

No feminino, é grande a expectativa por bons resultados. Stephanie Balduccini, que foi a mais jovem nadadora brasileira em Tóquio 2020 e impressionou a todos quando faturou 7 medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos Júnior em Cali 2021, será uma das principais atrações brasileiras ao tentar melhorar suas marcas. Outros nomes de destaque no time são Viviane Jungblut, Gabrielle Roncatto e Jhennifer Conceição.

Na Maratona Aquática, o Brasil vai com força máxima para as provas de revezamento e individuais. Além da campeã olímpica Ana Marcela Cunha, que tem como meta ser campeã mundial na distância olímpica (10km) pela primeira vez, mais cinco atletas compõem a equipe: Bruce Hanson Almeida, Gabriel Arteiro, Cobelle Jungblut, Guilherme Costa e Viviane Jungblut.

No Polo Aquático, teremos times nos torneios feminino e masculino. Já no Nado Artístico o Brasil estará quase completo (12 atletas) nas competições de duetos (feminino e misto) e por equipes, ficando de fora apenas das competições individuais. 

Por fim, nos Saltos Ornamentais, nossa maior esperança é por um bom desempenho de Kawan Pereira, que fez história chegando à final na Plataforma de 10m nos Jogos de Tóquio 2020, arrematando uma ótima temporada com o título Mundial Júnior também no ano passado. Dentre outros nomes da modalidade que entram na disputa são Isaac Souza, Ingrid Oliveira e Rafael Borges.

Postar um comentário

To Top