Corrida olímpica para o skate brasileiro têm início no Pro Tour de Street em Roma

 
Reprodução: Julio Detefon/CBSk


O Pro Tour de Street marca o início da corrida olímpica, para o skate brasileiro, visando classificação a Paris 2024. O evento vai acontecer em Roma, na Itália, entre os dias 26 de junho e 03 de julho e é exclusiva para o Street.

Após a conquista de três medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, a equipe brasileira se prepara para o novo ciclo olímpico com uma disputa que deverá ser ainda mais acirrada. Segundo o presidente da Confederação Brasileira de Skate (CBSk), Eduardo Musa, a ideia é classificar até 12 brasileiros para Paris: “O Mundial de Street em Roma fechou a corrida olímpica para Tóquio e agora mais um evento na Itália abre nossa caminhada para 2024.”, completou Eduardo Musa, .


O Brasil será representado por 17 atletas na competição. Os medalhistas olímpicos e o top 5 do ranking mundial entram direto na segunda fase, são os casos de Kelvin Hoefler, Rayssa Leal e Pâmela RosaOs classificados entre o sexto e o 30º lugar do ranking mundial da World Skate também têm vaga no evento, assim pelo Brasil temos Gabriela Mazetto, Felipe Gustavo, Giovanni Vianna (trio da Seleção Brasileira), Carlos Ribeiro e Ivan Monteiro. 


Os países ainda puderam indicar outros skatistas e foram escolhidos para representar o Brasil: Marina Gabriela, Kemily Suiara, Gabryel Aguilar, Eduardo Neves, João Lucas Alves - todos indicados pela presença na Seleção Brasileira -, além de Carla Karolina, Wacson Mass, Wilton Souza e Filipe Mota (Seleção Júnior).


Em outubro deste ano, o Brasil será palco dos mundiais de Park (02 a 09) e de Street (09 a 16), que serão os outros dois eventos da temporada que somam pontos na corrida classificatória para os Jogos de Paris 2024.

Postar um comentário

To Top