Calderano, Takahashi e Kumahara estreiam nesta quinta no WTT Contender, em Lima


O caminho de três brasileiros começa a ser trilhado nesta quinta-feira (16) em Lima, no Peru. A cidade, que recebe o WTT Contender, será palco da estreia de Hugo Calderano, Bruna Takahashi e Caroline Kumahara na fase principal do torneio individual dos respectivos naipes. Por outro lado, outros brasileiros foram à mesa nesta quarta-feira e não conseguiram classificação.

Os três estreantes já sabem quem terão de encarar no primeiro desafio na capital peruana. Calderano, atual número 4 do mundo, vai para mesa medir forças com o espanhol Alvaro Robles (60º colocado no ranking mundial), da Espanha, pela fase de 32. No feminino, Bruna (19ª) encara a chilena Paulina Vega (85ª), enquanto Caroline (82ª) joga diante da alemã Nina Mittelham (16ª) pela mesma fase.

Principal estrela da competição, Hugo Calderano fez uma avaliação do nível do campeonato peruano e enalteceu um evento do porte ser realizado no continente sul-americano.

“O WTT Contender Lima vai ser bem forte para um torneio Contender. Vários jogadores do Top 20 estão presentes. Ter um evento desse nível aqui na América do Sul é muito importante para o tênis de mesa do continente. Vai ser o primeiro WTT aqui, espero que tragam muitos outros. Espero aproveitar bem a minha preparação e fazer um bom campeonato”, projetou o brasileiro.

O número 4 do mundo guarda excelentes lembranças de Lima. Foi na cidade que ele levou o ouro individual e de duplas (além de um bronze por equipes) nos Jogos Pan-Americanos de 2019, além de ter faturado o título do Campeonato Pan-Americano do último ano.

Calderano fala com carinho sobre a cidade e faz questão de exaltar o período em que ficou no Brasil, quando participou do Training Camp com outras gerações da Seleção Brasileira e do Desafio Brasil x França no Rio de Janeiro-RJ.

“É sempre especial voltar a um lugar onde conquistei títulos importantes, principalmente os ouros no Pan de Lima. Mas a maior motivação que vou levar para o torneio foi o período em que estive aqui no Brasil. A cada vez que venho, sigo para as competições com muita energia, renovado”, disse o quarto melhor atleta do mundo.

“No total, fiquei dois meses e meio no Brasil. Desde que me mudei para a Alemanha, em 2014, eu não ficava tanto tempo aqui. Foi muito bom por não ter sido apenas um período de férias. Consegui treinar aqui para me preparar bem para as próximas competições. Foi muito legal também ter treinado com as novas gerações do tênis de mesa brasileiro. Esse contato é muito positivo para mim. Isso tudo me dá muita energia para os próximos meses", completou.

Em Lima, o Brasil ainda conta com representantes nas duplas femininas e mistas. Entre as mulheres, Laura Watanabe e Giulia Takahashi encaram as peruanas Isabel Dufoo e Maria Maldonado, já Caroline Kumahara e Bruna Takahashi pegam as porto-riquenhas Daniely Rios e Fabiola Diaz. Nas mistas, Caroline e Eric Jouti enfrentam os chilenos Nicolas Burgos e Paulina Vega, enquanto Giulia e Leonardo Iizuka competem contra Daniela Ortega e Gustavo Gomez, do Chile. Todos os confrontos são válidos pelas oitavas de final.

Brasileiros acabam se despedindo na fase de qualificação em Lima


Dentre os brasileiros que entraram em ação nesta quarta-feira (15), Eric Jouti (90º) foi quem chegou mais longe. Pelo torneio individual masculino, o mesa-tenista, que havia ficado de bye na rodada 1 da fase qualificatória, conseguiu uma grande vitória diante do taiwanês Huang Yu-Jen (sem ranking) por 3 sets a 2 (11/7, 8/11, 12/10, 8/11 e 11/8). Porém, no jogo que asseguraria uma vaga na fase principal ao brasileiro, ele acabou batido pelo francês Jules Rolland (299º) por 3 a 0 (9/11, 9/11 e 8/11) na rodada 3.

Além dele, outros dois brazucas competiram pelo torneio individual masculino nesta quarta, só que ambos caíram na segunda rodada qualificatória. Rafael Turrini (493º) sofreu um revés diante de Feng Yi-Hsin (106º), de Taipei, por 3 a 2 (12/14, 8/11, 11/8, 11/6 e 5/11), enquanto Carlos Ishida (sem ranking) caiu para o inglês Samuel Walker (89º) por 3 a 1, parciais de 8/11, 7/11, 11/8 e 4/11.

No torneio individual feminino, duas brasileiras lutaram por uma vaga na fase principal, mas acabaram não obtendo sucesso. Giulia Takahashi (300ª) encarou a turca Sibel Altinkaya (155ª) na rodada 2 da fase de qualificação e terminou batida por 3 a 1 (15/13, 5/11, 7/11 e 3/11). Pela mesma fase, Laura Watanabe (342ª) teve compromisso contra a porto-riquenha Fabíola Diaz (231ª) e também acabou superada: 3 a 0, com parciais de 7/11, 9/11 e 6/11.

Nas duplas, o país somente teve uma parceria disputando a fase de qualificação. Entre os homens, Rafael Turrini e Leonardo Iizuka ficaram de bye na rodada 1 e, na seguinte, enfrentaram os holandeses Eric Glod e Luka Mladenovic. Os europeus acabaram triunfando sobre os brasileiros por 3 a 0 (9/11, 4/11 e 9/11) e seguindo para a fase principal.


Postar um comentário

To Top