Revezamento do Brasil fecha primeiro dia da Natação no Mundial com resultado histórico

Revezamento formado por Ana Carolina Vieira, Stephanie Balduccini, Giovanna Diamante e Giovana Medeiros fechou em sexto 

O Brasil fechou o segundo dia do Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste 2022 com grandes resultados. Além da medalha de bronze nos 400m livre, conquistada por Guilherme Costa, as meninas do revezamento 4x100m fizeram história em sua primeira final, com uma sexta colocação.

O Surto traz um resumo do desempenho dos brasileiros nas piscinas de Budapeste nesta sábado (18):

Primeira medalha do Brasil

Guilherme Costa conquistou a medalha de bronze nos 400m livre do Mundial de Esportes Aquáticos 2022, em Budapeste. O nadador foi o primeiro brasileiro na história a disputar a final da prova em mundiais e fechou com o tempo de 03:43.31, novo recorde sulamericano.

É bronze! Guilherme Costa leva a primeira medalha do Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos

Finais nos revezamentos

Os revezamentos 4x100m livre do Brasil fizeram bonito no primeiro dia da natação do Mundial de Esportes Aquáticos, ficando entre as oito melhores equipes do planeta em ambos os naipes. Feito alcançado pela primeira vez no feminino.

Ana Carolina Vieira abriu o revezamento feminino entregando em 6º para Stephanie Balduccini. Após sua passagem, o Brasil começou a disputar o 5º lugar com Giovanna Diamante e fechou com Giovana Medeiros na 6ª posição. Um excelente resultado! O melhor da história do revezamento feminino. Ficando à frente de potências na modalidade como Países Baixos e Hungria.

No masculino, quem abriu a prova foi Gabriel Santos com ótima partida do bloco, entregando em 6º para Marcelo Chierighini. Em uma prova muito forte, Felipe Souza e Vinícius Assunção fecharam o revezamento com o tempo de 03:12.21, 7ª colocação.

Nicholas na final

Nos 50m borboleta, Nicholas Santos passou para mais uma final com o tempo 23.04. Com boa saída, o dono de três medalhas em mundiais de piscina longa, ficou com o 8º tempo e disputa medalha neste domingo (19). 

Outros resultados

Numa prova forte, Giovana Diamante caiu na semifinal dos 100m borboleta e não avançou. Com o tempo de57.94, ficou a três centésimos da final.

Após ter problemas com seu óculos na largada da prova, Felipe França ficou em 24º no geral nos 100m peito (01:01.41) e não avançou à semifinal. Assim como Stephanie Balduccini, que ficou perto da classificação com o 19º tempo (02:14.61) nos 200m medley. Somente os 16 melhores avançaram.

Gabrielle Roncato (400m livres) e Stephan Steverink (400m medley), ambos com o 16º tempo geral, não avançaram às finais. Já Vinicius Lanza, ficou em 41º, com o tempo de 24.26, na prova dos 50m borboleta.

Nado Artístico

Neste sábado (18), o Brasil conquistou duas vagas nas finais: com a equipe feminina pela rotina livre e no dueto misto pela rotina técnica.

Nado Artístico do Brasil garante duas finais no Mundial de Esportes Aquáticos

Próximos passos

Neste domingo (19), os brasileiros voltam às piscinas para mais disputas:

Natação

Valendo medalha

50 m borboleta (M) - Nicholas Santos

Preliminares e semifinais 

100m costa (M) - Guilherme Basseto

100m peito (F) - Jhennifer Conceição

200m livre (M) - Fernando Scheffer e Breno Correia

1500m livre (F) - Beatriz Dizotti e Viviane Jungblut

Nado Artístico

Preliminares

Equipes Femininas (Rotina Técnica) - Time Brasil


(Foto: Swim Channel)

Postar um comentário

To Top