WTA estuda impor sanções contra o torneio de Wimbledon


 

A Woman Tennis Association (WTA) mandou uma carta para atletas, através de seu chefe executivo Steve Simon, falando sobre punir a o torneio de Wimbledon e sua organizadora, após decidir unilateralmente, proibir tenistas russos e bielorrussos no Grand Slam.


Atualmente, os tenistas dos dois países tem participado dos campeonatos de tênis sob bandeira neutra. Tanto a ATP, quanto a WTA, entendem que os atletas não devem responder pelas atitudes de seus governos e os mantêm em seus torneios, ao contrário de outras modalidades.


A atitude da LTA, organizadora do Grand Slam londrino, interfere diretamente no ranking das duas entidades. Medvedev (RUS), segundo no ranking masculino e Sabalenka (BLR), terceira no feminino, não podem participar.


"Relatamos formalmente nossa posição a eles (LTA), reservando-nos o direito de impor sanções apropriadas, que podem incluir (entre outras coisas) a retirada de pontos de classificação concedidos em Wimbledon", disse Simon na carta.


A decisão de quais sanções serão aplicadas, deve ser tomada em breve, após reunião do conselho dos atletas, conselho dos diretores e o conselho da WTA em Madri.



Postar um comentário

To Top