Com técnico inglês multicampeão, Seleção Brasileira de tênis em CR treina no CT Paralímpico antes de Mundial


A seleção Brasileira de tênis em cadeira de rodas está em reta final de ajustes para a disputa da Copa do Mundo da modalidade. Para chegar a Portugal bem preparada, a equipe intensifica a preparação nesta semana no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Todos os atletas e treinadores trabalham com a colaboração do inglês Geraint Richards, um dos principais técnicos da modalidade no cenário mundial.

Ao todo, 15 atletas e quatro treinadores passam a semana em contato direto com o inglês. No sábado, 30, a equipe chega a Portugal, onde disputará o Mundial, marcado para a próxima semana. Pelo terceiro ano consecutivo, o Brasil será representado por todas as categorias na competição: Open masculino, Open Feminino, Quad (atletas que também têm limitações nos membros superiores) e Júnior. O torneio será entre os dias 2 e 8 de maio, na cidade de Villamoura.

"Estamos pela terceira vez consecutiva levando nossas quatro equipes completas para o mundial, o que é muito representativo. Desta vez, temos essa semana de treinamento com todos os atletas e treinadores, com a presença ilustre do Geraint Richards. Com certeza, ele irá ajudar muito a nossa equipe a atingir todos os seus objetivos pensando num trabalho a curto, médio e longo prazo", afirmou Jesus Tajra, vice-presidente da CBT.

Com investimentos da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) e do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a semana de treinamento foi planejada para auxiliar a Seleção Brasileira e os atletas a alcançarem seus objetivos coletivos e individuais durante o torneio. Geraint Richards liderou a equipe inglesa de tênis em CR ao topo do ranking no continente europeu, conquistando 28 títulos de Grand Slams em cinco anos e seis medalhas paralímpicas.

"Esta é a primeira vez que trabalho com uma equipe sul-americana, o que é muito interessante. Apesar do desafio da linguagem, o meu trabalho fica muito mais fácil ao ver o grande grau de paixão e de comprometimento dos jogadores e treinadores", frisou Richards. "Neste trabalho, é muito importante que jogadores e treinadores evoluam conjuntamente, porque queremos criar um senso de time, construindo relações mais fortes de jogadores com jogadores, de jogadores com técnicos e também de técnicos com técnicos", complementou.

Para os atletas e treinadores, trabalhar com um dos grandes nomes do tênis em CR no cenário mundial é uma oportunidade única e todos esperam absorver o máximo de conhecimentos para se desenvolverem ainda mais no esporte.

"Este momentos que estamos vivendo será um divisor de águas muito grande. A gente vem trabalhando forte, mas agora temos o auxílio de alguém com muita experiência, que vai acrescentar muito em nosso trabalho, ajudando a avaliar melhor os atletas e planificar da melhor maneira o trabalho", destacou o treinador Leo Butija.

"Esta é uma semana muito importante para nós. Vamos chegar ao Mundial como uma equipe mais preparada, mais focada e poderemos representar o Brasil da melhor maneira", completou Jade Lanai, da equipe júnior.

Foto: Alê Cabral/CPB

Postar um comentário

To Top