Boxe feminino do Brasil conquista três ouros, uma prata e um bronze no Campeonato das Américas


O Boxe fminino do Brasil conquistou três medalhas de Ouro, uma de Prata e uma de Bronze no Campeonato Continental de Boxe, que está sendo realizado em Guayaquil, no Equador.

Beatriz Ferreira (60kg) venceu Rashida Ellis, dos Estados Unidos, por 4:1. Ellis é a principal adversária de Bia nas Américas e as duas travaram grandes combates nas vezes em que se cruzaram. Agora são cinco vitórias para Beatriz Ferreira, incluindo a semifinal do último Campeonato Mundial, e uma vitória para Ellis, nas eliminatórias para os Jogos Pan-Americanos de Lima.

Beatriz Soares (69kg) fez excelente luta contra Noelia Lucia, da Argentina. Beatriz venceu por 4:1 e também conquistou o Ouro.

Bárbara Santos (70kg) teve uma luta difícil contra Tamara Sandoval, do México. A brasileira conseguiu impor seu ritmo e conquistou o Ouro após vencer por 3:2.

Rebeca Lima (63kg) fez uma grande final em um combate disputadíssimo contra Sofia Gonzales, dos Estados Unidos. De forma dividida, 3:2. os juízes declararam Sofia vencedora Rebeca conquistou portanto a medalha de Prata.

Viviane Pereira (75kg) conquistou a quarta medalha brasileira. Ela fez uma excelente campanha e ficou com o Bronze.


Balanço


O Boxe Feminino do Brasil brilhou no Continental das Américas. Nas disputas finais, a equipe feminina enfrentou países tradicionalmente vencedores da modalidade, como Estados Unidos, Argentina e México. Este é o primeiro passo da preparação para desafios ainda maiores, como o Campeonato Mundial Feminino de 2022.


Finais Masculinas


Das cinco finais masculinas, três são confrontos diretos contra os Estados Unidos. Luiz Gabriel e Isaías Filho pegam os Americanos que são os atuais campeões Mundiais das categorias 57kg e 80kg. Já na categoria até 86kg, Keno Marley é o atual vice-campeão mundial e pega outro norte-americano.

Wanderson Oliveira pega um surpreendente atleta do México, que chegou à final norteado por muita qualidade técnica e força. Abner Teixeira, atual medalhista olimpico de Bronze, enfrentou uma chave com três lutas durissimas. A primeira com o atual medalhista de Bronze no Campeonato Mundial, atleta de Trinidad e Tobago. Na final Abner lutará contra o representante do Chile, um atleta veterano e muito experiente. É o único representante desse país no evento.

Foto: CBBoxe

Postar um comentário

To Top