Tatiana Weston-Webb é campeã da etapa de Portugal da WSL; Filipe Toledo é vice no masculino

De azul, Tatiana Weston-Webb é carregada nos ombros por dois homens, enquanto ela ergue o braço para comemorar a vitória

A primeira segunda (7) de março reservou a Brazilian Storm (tempestade brasileira), excelentes resultados na etapa de Peniche, em Portugal, da WSL (Liga Mundial de surfe). A etapa portuguesa acabou com o título de Tatiana Weston-Webb no feminino e com o vice de Filipe Toledo no masculino.


A gaúcha venceu a norte-americana Lakey Peterson na final, com duas excelentes ondas, enquanto Filipinho teve uma final extremamente disputada contra o também norte-americano Grifin Colapinto, que venceu sua primeira etapa de CT (Championship Tour) na carreira. Com estes resultados, os dois pulam para a quarta posição do campeonato em suas categorias.


Tati sempre esteve a frente do placar na sua decisão. Ela fez 7.33 com duas rasgadas, feitas com duas pancadas no lip e depois colocou uma nota 8.00 em seu somatório, ao detonar uma esquerda com velocidade e rasgadas fortes. 



Lakey fez uma boa final, mas não conseguiu a virada, fazendo 7.10 e 7.17 e perdendo no total por 15.33 a 14.27.


Filipe e Griffin fizeram ondas muito parecidas, com as mesmas manobras e decidindo a bateria nos detalhes. Isso ficou claro no placar da final, 14.34 a 14.20 para o atleta dos Estados Unidos. O brasileiro fez 6.67 e 7.53, enquanto Colapinto também conseguiu um 6.67, mas conseguiu 0.14 a mais na segunda onda e levou o campeonato.



Para chegarem as suas finais, os dois precisaram derrotar os atuais campeões olímpicos. Tati venceu Carissa Moore (HAW) e Filipe ganhou de Ítalo Ferreira.


Ela venceu a havaiana de virada, com uma onda de boas rasgadas pontuada em 6.83, somada de uma pequena onda de 3.83 e levou a bateria por 10.76 a 10.17.


Na semifinal brasileira, Ítalo começou acertando um aéreo de rotação completa para frente e fez 8.83, exigindo uma grande resposta de Filipe.


O atual vice-campeão mundial respondeu não com um, mas sim, dois aéreos. O primeiro foi pontuado em 6.17 e o segundo em 7.50, totalizando 13.67. Ítalo não conseguiu achar uma onda regular e colocou no somatório, 3.83 e acabou eliminado com 12.66 no total.


A próxima etapa é apenas no mês de abril, nas grandes ondas de Margaret River, na Austrália. Em 2021, os vencedores foram Tatiana Weston-Webb e Filipe Toledo. O evento terá transmissão do Globoplay e do You Tube da WSL.


Foto: Thiago Diz/ World Surf League

Postar um comentário

To Top