Mesatenista paralímpica Evellyn dos Santos é prata na Espanha; Lucas Arabian e Sophia Kelmer são bronze


O segundo dia do Aberto Paralímpico Costa Brava, em Platja D’Aro, na Espanha, foi de conquista de medalhas para o tênis de mesa brasileiro. Nesta sexta-feira (25), Evellyn dos Santos faturou a prata na classe 11, enquanto Sophia Kelmer (classe 7-8) e Lucas Arabian (classe 5) ficaram com o bronze. A competição é a primeira do circuito mundial paralímpico 2022

Evellyn dos Santos, outra jovem promessa do tênis de mesa nacional, com 18 anos, foi a brasileira que brilhou mais intensamente. Na semifinal, ela derrotou a turca Lara Sansulu por 3 a 1, com parciais de 11-6, 11-9, 6-11 e 17-15, classificando-se para enfrentar na final outra atleta da Turquia, Ebru Asser, 11ª colocada no ranking da classe 11. Nesta partida, foi superada por 3 a 0 (9-11, 8-11 e 9-11), ficando com a medalha de prata – melhor resultado do Brasil nas competições de simples desta edição do torneio.

Já Sophia Kelmer, que nas fases anteriores obtivera 100% de aproveitamento (inclusive uma expressiva vitória sobre a húngara Zsofia Arloy, sétima colocada do ranking mundial), não conseguiu passar da fase semifinal. Numa partida equilibrada, na qual mostrou poder de reação, a brasileira acabou derrotada por 3 a 2 (4-11, 10-12, 15-13, 11-8 e 5-11) pela holandesa Kelly Von Zon, conquistando a medalha de bronze.

Lucas Arabian, por sua vez, foi outro mesa-tenista brasileiro a fazer boa campanha na fase classificatória - destaque para o triunfo na estreia por 3 a 2 sobre o 11º colocado no ranking mundial, o turco Hamza Caliskan. Contudo, na semifinal, perdeu por 3 a 0, com parciais de 7-11, 2-11 e 3-11, pelo sueco Karl Olsson - que terminou campeão do torneio – e ficou com o bronze.

O Aberto Paralímpico Costa Brava, torneio fator 20, vale pontos importantes para o ranking mundial de tênis de mesa. O torneio segue com as disputas de duplas femininas, masculinas e mistas e termina neste sábado.

Foto: Acervo Pessoal

Postar um comentário

To Top