Jogos Paralímpicos de Inverno Pequim 2022 - Dia 1

Atleta chinesa, junto de seu atleta guia, carregam a bandeira do país durante a comemoração. Ambos vestem uma malha branca e vermelho, sengo que o guia veste um colete amarelo com a letra G por cima

Começou oficialmente a disputa dos Jogos Paralímpicos de Inverno Pequim 2022. O sábado (5) teve 12 finais no esqui alpino e no biatlo, além de jogos de curling em cadeira de rodas e hóquei no gelo. 

Após o primeiro dia de competição, a liderança do quadro de medalhas é da Ucrânia com três medalhas de ouro, todas no biatlo. Já os donos da casa apresentaram um bom crescimento. Na história, a China tinha apenas uma medalha de ouro no curling em cadeira de rodas em 2018. Nesta sábado já foram oito medalhas, incluindo dois ouros. Veja abaixo os resultados e os principais destaques do dia:

Esqui Alpino


No esqui alpino, o dia foi dedicado às provas de downhill. Foram seis disputas de medalha, para as classes VI (deficientes visuais), sitting (atletas que competem sentados) e standing (atletas que competem em pé) nos dois gêneros. 

O primeiro ouro dos Jogos Paralímpicos foi conquistado pela Eslováquia. Henrieta Farkasova venceu a prova feminina da classe VI, com um tempo de 1:19.50. Ela colocou mais de 2 segundos de vantagem para a chinesa Zhu Daqing que ficou com a medalha de prata. Millie Knight da Grã-Bretanha ficou com o bronze.

Na classe standing feminina, a disputa foi mais apertada. Mollie Jensen do Canadá superou a chinesa Zhang Mengqiu por apenas um décimo de segundo. A medalha de bronze ficou com a sueca Ebba Aarsjoe.

Na prova da classe sitting, apenas três das sete atletas inscritas conseguiram terminar a descida. A japonesa Muraoka Momoka fez um tempo de 1:29.77 e conseguiu superar a alemã Anna-Lena Forster que era a favorita e ficou com a medalha de prata. Liu Sitong da China foi a outra atleta que conseguiu terminar a prova.

A primeira final masculina foi a da classe VI. Johannes Aigner da Áustria venceu com um tempo de 1:13.45. Prata para o canadense Mac Marcoux (0.36 atrás de Aigner) e bronze para o francês Hyacinthe Deleplace (0.65 atrás do austríaco).

No standing, deu França, com ouro para Arthur Bauchet com 1:14.92. Markus Salcher da Áustria ficou com a prata e Theo Gmuer da Suíça completou o pódio. Corey Peters da Nova Zelândia venceu na classe sitting com 1:16.73. Jesper Pedersen da Noruega levou a prata e Morii Taiki do Japão o bronze.

Biatlo

Oksana Masters ergue os braços para comemorar. Ela veste um colete com a numeração de Pequim 2022 e uma blusa com mangas listradas em vermelho e amarelo. Ela é uma mulher loira com o cabelo amarrado em um rabo de cavalo
Maters (USA) comemora a medalha de ouro - Foto: Issei Kato/Reuters
No biatlo, o dia foi de disputa das provas de sprint - 6km - nas três classes (as mesmas do esqui alpino). Uma das candidatas a estrela de Pequim 2022, começou a sua campanha com uma medalha de ouro. Oksana Masters dos Estados Unidos venceu o sprint feminino da classe sitting. A atleta que também vai competir do esqui cross-country venceu com um tempo de 20:51.2 e sem errar um tiro. A chinesa Shan Yilin ficou com a prata, com Kendall Gretsch, também dos EUA, levando o bronze.

A China conquistou seus dois ouros do dia em dobradinhas no biatlo. Na classe sitting masculina, Liu Zixu venceu a prova em 18:51.5, sem erros no tiro. Seu compatriota Liu Mengtao ficou com o bronze. Taras Rad da Ucrânia ficou entre os dois levando a prata.

Na standing feminina, Guo Yujie levou a medalha de ouro com um tempo de 19:43.3, mesmo errando um de seus tiros. Ela terminou a prova oito segundos à frente da ucraniana Liudmyla Liashenk que ficou com a prata. Zhao Zhiqing, da China, terminou na terceira colocação.

Os outros ouros do dia foram todos para a Ucrânia. Grygorii Vovchnskyi venceu a disputa no standing masculino. Marco Maier da Alemanha ficou com a prata e Mark Arendz do Canadá levou o bronze.

Na classe VI feminina, Oksana Shyshkova foi a campeã com um tempo de 20:09.0. A Alemanha levou a prata e o bronze com Linn Kazmai, que terminou apenas 5 segundos atrás da ucraniana, e Leonie Walter.

A Ucrânia conseguiu uma trinca no último pódio do dia. Ouro para Vitalii Lukianenko, prata para Oleksandr Kazik e bronze para Dmytro Suiarko na final do VI masculino.

Curling em cadeira de rodas


Chineses, usando agasalho azul, e canadenses, usando agasalho branco, se cumprimentam dando soquinhos com a mão. Os quatro atletas da foto estão em suas cadeiras de roda
Jogadores de China e Canadá se cumprimentam - Foto: Xu Yanan/Xinhua
O torneio de curling em cadeira de rodas começou com as duas primeiras rodadas da primeira fase. O único time que disputou dois jogos e venceu ambos foi o Canadá, incluindo uma vitória contra os donos da casa, que são os atuais campeões paralímpicos e mundiais. 

Resultados 05/03 - Curling em cadeira de rodas:
Suíça 2 x 9 Suécia
China 3 x 7 Canadá
Eslováquia 9 x 3 Estados Unidos
Noruega 7 x 5 Grã-Bretanha
Letônia 8 x 4 Coreia do Sul
Estados Unidos 6 x 10 Grã-Bretanha
Canadá 8 x 4 Suíça

Hóquei no gelo


Dois jogadores dos Estados Unidos, usando um uniforme azul marinho, se abraçam em cima de seus trenós. Em volta deles estão vários jogadores do Canadá usando um uniforme branco
Jogadores dos EUA comemoram um gol - Foto: Wu Huiwo/Xinhua
No hóquei no gelo paralímpico, foram realizados os primeiros jogos da fase de grupo

Grupo A:
Estados Unidos 5 x 0 Canadá

Grupo B:
República Tcheca 5 x 0 Itália
China 7 x 0 Eslováquia

Foto de capa: Xinhua
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top