IJF permite que atletas russos lutem sob bandeira neutra

Time russo em Tòquio-2020


A IJF (Federação Internacional de Judô) anunciou nesta quarta (2), que os atletas russos poderão competir nos torneios internacionais, desde que sob a bandeira da própria federação e sem a execução do hino russo. 


Em nota, a federação disse que os esportes e os eventos esportivos visam promover a paz e a solidariedade, por isso, os atletas poderão continuar nas competições, uma vez que ele são os principais agentes da mensagem.


"Qualquer decisão radical de impedir a participação de atletas em competições esportivas apenas continuaria a escalada da violência e alimentaria o sentimento de injustiça para aqueles atletas que não participaram de nenhuma decisão sobre o conflito. Não podemos condenar os atletas pelo que está acontecendo", justificou a federação.


Eles também anunciaram que todos os torneios que estavam previstos para acontecer em território russo foram suspensos. No começo da semana, a IJF cancelou o Grand Slam de Kazan e tirou a faixa preta de Vladimir Putin, que também era presidente honorário da federação.


A entidade máxima de judô, junto da FINA (Federação Internacional de Natação) e da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) foram as federações que não suspenderam atletas russos e bielo-russos de suas competições, dando a oportunidade de eles competirem de forma neutra.


Mais cedo, o IPC (Comitê Paralímpico Internacional) decidiu liberar Rússia e Belarus para participaram da Paralimpíada de Pequim-2022 também de forma neutra e após os Jogos, decidirá se irá suspender os dois países.


Foto: Gabriela Sabau/ IJF

Postar um comentário

To Top