Com vitórias importantes, mesatenistas paralímpicos brasileiros avançam na Espanha e garantem medalhas


O Aberto Paralímpico Costa Brava de Tênis de Mesa, em Platja D’Aro, na Espanha, teve brasileiros surpreendendo positivamente no primeiro dia. Os principais destaques foram Sophia Kelmer, Evellyn dos Santos e Lucas Arabian, que obtiveram classificação à fase semifinal da competição. O torneio, fator 20, faz parte do circuito mundial paralímpico e vale pontos importantes para o ranking mundial

Na disputa da classes 7-8 feminina, Sophia, de apenas 13 anos, estreou derrotando a espanhola Maialen Etxebeste por 3 a 0, com parciais de 11-2, 11-4 e 12-10. Na sequência, uma amostra da sua evolução: superou a húngara Zsofia Arloy, sétima colocada do ranking mundial, por 3 a 1 (13-11, 13-11, 4-11 e 11-7). Ainda venceu Amanda Chenoll, da Espanha, por 3 a 1 (6-11, 11-1, 11-6 e 11-6). Nas quartas de final, a brasileira venceu Frederique Van Hoof, da Holanda, por 3 a 0 (11-4, 11-8 e 11-7), classificando-se para a semifinal, contra a holandesa Kelly Van Zon, às 5h40 (de Brasília).

Evellyn dos Santos, na classe 11, foi derrotada na estreia por 3 a 0 (8-11, 1-11 e 8-11) por Ebru Acer, da Turquia, mas se reabilitou ao vencer a tailandesa Fimolfano Deeekam por 3 a 0 (11-2, 11-7 e 11-4). A vitória deu a brasileira uma vaga na fase de quartas de final, na qual venceu a alemã Andrea Divkovic por 3 a 2 (6-11, 11-7, 11-8, 6-11 e 11-8) e também garantindo uma medalha. Na semi, ela encara a turca Lara Samsunlu, às 6h20.

Já na classe 5 masculina, Lucas Arabian, de apenas 15 anos, estreou de forma emocionante. Numa partida repleta de alternâncias no placar, ele superou o turco Hamza Caliskan, 11º colocado do ranking mundial, por 3 a 2 (parciais de 7-11, 13-11, 13-11, 9-11 e 11-9). Na sequência, derrotou o holandês Gerardus Van Grunsven por 3 a 1 (11-9, 11-13, 11-7 e 11-6), ficando em primeiro lugar no grupo e garantindo vaga na semifinal.

“Confesso que vencer o holandês na segunda partida não foi algo inesperado, mas derrotar o turco foi algo surpreendente para mim. Afinal, ele é o número 11 do mundo, nunca esperei que poderia ganhar dele. Mas na hora o meu jogo fluiu e consegui superá-lo. Estou focado na semifinal”, disse Lucas, que enfrenta o sueco David Olsson, às 5h.


Outros brasileiros


Os quatro outros mesa-tenistas brasileiros não passaram da primeira fase da competição, todos com uma vitória e duas derrotas. Fábio Silva (classe3), Marliane Santos (classe 3), Aline Ferreira (classe 7) e Lucas Carvalho (classe 9) encerraram suas participações em terceiro lugar nos seus grupos.

Nesta sexta-feira (25), terá início o torneio de duplas mistas, que substituirá as disputas de equipes a partir dos Jogos de Paris, em 2024. Duas parcerias de brasileiros já poderão ser vistas em ação: Marliane Santos e Fábio Silva na classe XW7-10; e, Sophia Kelmer e Lucas Carvalho na classe XS17.

Outros dois atletas brasileiros farão duplas com estrangeiros: Evellyn Santos vai jogar ao lado do espanhol Eduardo Martinez, na classe XD22; Já na classe XS14, Aline Ferreira estará atuando com o italiano Mirko Bruschi.

Foto: Alê Cabral/CPB

Postar um comentário

To Top