Bruna Takahashi é eliminada por número 12 do mundo no WTT Grand Smash


A última representante do Brasil no WTT Grand Smash, em Singapura, acabou caindo nesta segunda-feira (14). Na madrugada brasileira, Bruna Takahashi (32ª colocada no ranking mundial) foi à mesa diante da número 12 do mundo, Cheng I-Ching, de Taipei, fez boa partida, mas terminou superada pela medalhista olímpica por 3 sets a 1.

O começo foi favorável para a brasileira, que chegou a abrir uma frente de 4 a 1 no set inaugural. A partida, porém, ficou parelha no decorrer das trocas de pontos. Cheng I-Ching tomou a liderança na metade da parcial e teve três set points com Bruna salvando em duas ocasiões. Mas, ao final, a número 12 do mundo acabou por concluir em 11 a 9.

A asiática abriu frente de 7 a 2 no segundo set. A vantagem foi exterminada por Bruna com direito a excelentes ralis no decorrer da disputa, além de uma sequência incrível da brasileira de oito pontos consecutivos. Vibrando muito, a sul-americana intimidou a medalhista de bronze nas duplas mistas dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, e concluiu a parcial em 11 a 8.

Com o emocional a seu favor, Bruna seguiu muito agressiva à mesa. Apesar disso, a taiwanesa retomou o controle e assumiu a dianteira do terceiro set da metade da parcial para o fim. Com isso, ela levou a sua segunda vitória do dia por 11 a 5.

O início do quarto set teve um bom começo da número 32 do ranking mundial, que quebrou os dois saques da asiática com “chiquitas” muito efetivas. A mesa-tenista de Taipei equilibrou o duelo, que havia sido levado com vantagem de Bruna no início, e assumiu a frente de 6 a 4, forçando o pedido de tempo da brasileira.

A asiática continuou com a vantagem. Cheng I-Ching chegou a três chances de match points, que foi evitado pela 32ª atleta do mundo em uma das ocasiões. Mas Takahashi não salvou mais e acabou batida no set por 11 a 8 e na partida por 3 a 1.

Bruna Takahashi foi a última representante do Brasil remanescente no WTT Grand Smash, em Singapura, e a que chegou mais longe. No feminino, ela e Caroline Kumahara foram as brasileiras em ação, em que a segunda acabou se despedindo na fase preliminar.

No masculino, Hugo Calderano, Gustavo Tsuboi e Vitor Ishiy caíram em suas estreias na fase de 64 principal, enquanto Eric Jouti e Thiago Monteiro ficaram nas preliminares.

O país ainda foi defendido nos torneios de duplas. Nas femininas, a parceria Bruna/Caroline Kumahara ficou na fase de 32, a mesma em que o combinado Eric Jouti/Vitor Ishiy também foi eliminado na masculina. Bruna e Ishiy ainda se juntaram nas mistas, mas também foram superados e se despediram nas oitavas de final.

Postar um comentário

To Top