Alemanha confirma favoritismo e derrota o Brasil na Copa Davis


Brasil e Alemanha fizeram neste sábado (5) no Rio de Janeiro o último dia de duelos para decidir a vaga para o grupo mundial da Copa Davis. Um bom público esteve presente na quadra Maria Esther Bueno no Centro Olímpico de tênis e apesar dos bons jogos dos tenistas brasileiros, os alemães superaram o calor e a provocação da torcida  para vencer o duelo por 3 a 1, se classificando para o grupo mundial da Copa Davis em setembro. Já o Brasil volta para o grupo mundial I, também em setembro.


O primeiro jogo do dia foi o das duplas, com Bruno Soares e Felipe Meligeni contra Kevin Krawietz e Tim Puetz - Marcelo Melo,em má fase, foi sacado por decisão do capitão Jaime Oncins  e Meligeni e  Soares jogaram juntos pela primeira vez na carreira. E no primeiro set, a opção pelo sobrinho do ex-tenista Fernando Meligeni se mostrou acertada. Mais visado pela dupla alemã, Felipe se mostrou preparado e com boas devoluções ajudou o Brasil a quebrar o serviço da Alemanha e assim, vencer o primeiro set por 6/4.


No segundo set, equilíbrio total. Nenhuma dupla cedeu quebra no set, que foi decidido no tie-break. Bruno e Felipe iniciaram mal o tie, e logo os alemães abriram 5-1. Uma pequena reação brasileira começou, mas não foi logo brecada pela dupla top 15 do ranking (Puetz é número 12 e  Krawietz, número 14) venceram o tie break por 7  a 4, fechando o set por 7/6.


No set decisivo, o jogo se manteve parelho até o quinto game, onde a dupla brasileira não conseguiu confirmar o serviço e viram os alemães levarem o game. Esse detalhe fez Puetz e Krawietz  conseguirem a vantagem necessária para fechar o set por 6/4 e fazer o segundo ponto da Alemanha no confronto.


O quarto jogo do duelo foi entre os números 1 de Brasil e Alemanha no ranking da ATP - Thiago Monteiro e Alexander Zverev, com o brasileiro pressionado a conseguir a vitória contra o número 3 do mundo para manter o Brasil vivo no duelo. Mas o alemão mostrou  porque é um dos melhores do mundo e arrasou o brasileiro no primeiro set, dificultando muito o estilo de jogo do brasileiro, que teve o saque quebrado duas vezes, sendo derrotado por 6/1


No segundo set, o brasileiro reagiu com boas jogadas, impulsionado pela torcida presente que apoiou e fez de tudo para infernizar o alemão, com o ápice com gritos de "Ah, é Acapulco!", relembrando a cidade onde Zverev teve um ataque de fúria, acertando com a raquete na cadeira do árbitro, sendo eliminado no torneio de duplas e de simples da competição. 


O que se viu depois foi Zverev não conseguindo manter a atuação do primeiro set, mas o suficiente para Thiago virar  o jogo. O equilibro da partida foi até o décimo primeiro game, quando Thiago teve o saque quebrado e em seguida, Zverev confirmou seu saque para fechar o segundo set por 7/5 e dar a vitória para a Alemanha no duelo. Após a partida, o alemão pediu silêncio para a torcida e não concedeu a entrevista na quadra.


Outros resultados do Qualifier da Copa Davis: 

França 4x0 Equador

Espanha 3x1 Romênia

Finlândia 2x3 Bélgica

Países Baixos 4x0 Canadá

Eslováquia 2x3 Itália

Estados Unidos 3x0 Colômbia

Austrália 3x2 Hungria

Noruega 1x3 Cazaquistão

Suécia 3x2 Japão

Argentina 4x0 República Tcheca

Coreia do Sul 3x1 Áustria


Foto: Luiz Candido/CBT

Postar um comentário

To Top