Thiago Monteiro luta, mas perde para Berrettini em jogo interrompido pela chuva no Rio open



Thiago Monteiro e Matteo Berrentini fizeram um duelo pelas oitavas de final do Rio Open que por conta da chuva, levou mais de seis horas para ser definido. E apesar da luta do brasileiro até o jogo ser paralisado pela chuva na parte da tarde, na volta do confronto no início da madrugada, o brasileiro não conseguiu manter o ritmo  e perdeu por 2 sets a 1 (6/4, 6/7 e 6/3)


Berrettini fechou o primeiro set por 6/4, e teve dois match points no tie-break do segundo set, quando Thiago Monteiro cresceu no jogo, salvando a derrota e vencendo o set, para delírio da torcida que apoiava massivamente o brasileiro. No terceiro, o italiano fez 4 a 3  e no nono game do jogo, vinha com chances de quebrar o serviço de Monteiro, quando a chuva caiu e a partida foi interrompida


No retorno do jogo seis horas depois, Berrettini entrou mais ligado do que Thiago, confirmou a quebra de saque e fechou o terceiro set por 6/3, vencendo o jogo. Agora nas quartas de final, ele enfrenta Carlos Alcaraz (ESP), que venceu Federico Delbonis (ARG) e espera que suas raízes brasileiras - sua avó nasceu no Brasil - possa fazer a torcida o apoiar no Rio Open:


"Foi bem difícil esperar essas horas todas, mas tênis é assim mesmo. Quando jogamos no saibro, num lugar úmido como aqui, pode chover. Thiago jogou muito bem, principalmente por estar em casa, com a torcida ao lado, então estou feliz por ter avançado. Agora é descansar depois desse dia longo. Como me sinto meio brasileiro, então espero que a torcida fique do meu lado a partir de agora, vamos ver".


Monteiro comentou sobre a derrota para Berrettini. "Difícil retomar o jogo num momento que ele tinha um break point. Tentei voltar de forma solta, mas é estranho porque você começa o jogo e está num momento super crucial. De qualquer forma, saio satisfeito, joguei num nível bom e saio do Rio Open confiante e mais otimista".


A chuva cancelou três jogos das quartas de final programados para esta sexta. Eles foram remarcados para este sábado. O argentino Diego Schwartzman e o espanhol Pablo Andujar se enfrentam ao meio-dia, na quadra Guga Kuerten. No mesmo horário, na quadra 1, o sérvio Miomir Kecmanovic pega o argentino Francisco Cerundolo. E na sequência, o italiano Fabio Fognini encara o argentino Federico Coria.


O único brasileiro que resta na competição é Bruno Soares, que ao lado de Jamie Murray vai enfrentar neste sábado (19)  o argentino Horacio Zeballos e o espanhol Marcel Granollers em busca de uma vaga inédita para o mineiro na final do Rio Open nas duplas.


Foto: Photojump/Divulgação




Postar um comentário

To Top