Técnico francês que agrediu a namorada, é contratado pela seleção búlgara de judô



O técnico francês Alain Schmitt, acusado de agredir a namorada, Margaux Pinot, foi contratado nete mês de fevereiro, pela Bulgária para novo técnico da seleção feminina de judô.


Segundo a Federação Búlgara de judô, será ele quem vai liderar o time para os Jogos de Paris-2024. Em resposta a crítica de ativistas, o presidente da federação alegou que Schmitt é inocente e que eles estão a par da situação.


No final de novembro de 2021, Schmitt chocou a França após sua namorada aparecer com o nariz quebrado e outras fraturas. Segundo Pinot, o ataque aconteceu em sua cama, durante um ataque de raiva que seu companheiro teve enquanto estava bêbado. 


Na justiça, ele foi inocentado, após um juiz afirmar que não haviam provas suficientes para servir de base para a acusação de violência doméstica. A época, Schmitt era treinador da seleção israelense e após o estouro do caso, ele teve seu contrato rompido. 


Procuradores franceses já apelaram da decisão, enquanto Pinot vem recebendo apoio de atletas e celebridades locais. 


Para denunciar casos de violência doméstica no Brasil, ligue 180, número da Central de Atendimento a Mulher. 


Foto: Reprodução/ Federação Búlgara

Postar um comentário

To Top