Suíça faz dobradinha no esqui cross masculino

Ryan Regez, de verde, e Alex Fiva, de vermelho, durante a final do esqui cross

Os suíços Ryan Regez (verde) e Alex Fiva (vermelho) fizeram nesta sexta (18), uma dobradinha para o país da Europa Central na disputa do esqui cross masculino. O resultado ajuda a Suíça no quadro de medalhas, colocando o país na disputa pelo top 5, empatado com a Suécia em sete ouros, perdendo no número de pratas


O russo Sergey Ridzik repetiu o desempenho de PyeongChang-2018 e ficou com o bronze. Alex foi o mais rápido na etapa classificatória, enquanto Regez foi apenas o sétimo. Essa etapa serva para o chaveamento dos esquiadores nas baterias das fases seguintes.


Dali em diante, os três atletas do pódio venceram suas baterias até a semifinal, quando Fiva e Ridzik passaram da primeira semi e Regez veio da segunda colocação da última semifinal.


A final não foi tão disputada, tendo briga por posição apenas na largada. Já na terceira curva, Regez disparou seguido de Fiva e assim eles seguiram até o final, assim com Ridzik, que também pouco brigou com o sueco Erik Mobaerg para ficar com a terceira posição.


Foto: Marko Djurica/Reuters

Postar um comentário

To Top