Russas ganham o revezamento feminino do esqui cross-country em Pequim

Russas comemoram no fim da prova - Foto: Marko Djurica/Reuters

O Comitê Olímpico Russo (ROC) venceu o revezamento 4x5km feminino do esqui cross-country nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022. A equipe composta por Yulia Stupak, Natalia Neprayeva, Tatiana Sorina e Veronika Stepanova concluiu os 20k da prova em 53:41.0. A Alemanha terminou em segundo lugar, com a Suécia fechando o pódio.

O revezamento é realizado por quatro atletas, com as duas primeiras esquiando no estilo clássico e as outras duas no livre. As russas saíram na frente com Yulia Stupak abrindo mais de 10 segundos para o pelotão nos primeiros 3,5km. Logo atrás dela, veio a alemã Katherine Sauerbey que tirou a diferença para 1.5 segundo ao final da primeira perna da prova.

Na segunda etapa, o ROC competiu com Natalia Neprayeva e a Alemanha com Katharina Hennig. A alemã deixou a russa liderar durante a maior parte dos 5km, atacando-a no último quilômetro entregando para Victoria Carl com 5 segundos de vantagem para o time do ROC.

Carl seguiu a mesma estratégia de Hennig e apenas atacou Tatiana Sorina no último quilômetro da sua perna do revezamento. No final da prova, Veronika Stepanova disparou para a equipe russa, vencendo com 18 segundos de vantagem. Sophie Krehl fechou para a Alemanha e acabou caindo de rendimento no último quilômetro, terminando apenas dois segundos na frente de Suécia e Finlândia que estavam em uma briga forte pela medalha de bronze.

A terceira posição foi decidida nos metros finais. Durante a primeira parte do revezamento, o pelotão das equipes que perseguiam as russas e as alemãs incluía Finlândia, Suécia, Estados Unidos, Suécia e Noruega, que teve seu rendimento prejudicado por uma queda de Tiril Weng no início da prova.

Na quarta perna do revezamento, a Suécia com Jonna Sundling e a Finlândia com Krista Parmakoski se descolaram das demais, travando uma grande batalha pela medalha de bronze. As duas foram alternando de posição no último quilômetro e chegaram na reta final praticamente juntas. Sundling terminou na frente, superando a adversária por apenas meio segundo.

Postar um comentário

To Top