Rebecca/Talita e Arthur/Adrielson vencem primeira etapa esvaziada do circuito brasileiro de vôlei de praia




Em meio a polêmicas e boicotes,  a primeira etapa do novo Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia tem seus primeiros campeões. Com a arena lotada na Praia de Itaúna, em Saquarema (RJ), na manhã deste domingo, Rebecca/Talita e Arthur Mariano/Adrielson conquistaram o título na primeira etapa da temporada 2022.


Além da medalha de ouro, da premiação em dinheiro e de 800 pontos no ranking, a final do Top 8 vale mais um benefício para as duplas: os vencedores de cada etapa Top 8 e seu técnico vão receber da CBV o custeio de passagem, hospedagem, transporte e alimentação para disputar uma etapa do Circuito Mundial como bônus pela performance.


“Estamos muito animados para esta temporada e confiantes no sucesso do novo Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. Tivemos finais muito disputadas, o público encheu a arena, e esse foi só o início. As duplas já começaram a somar pontos importantes para o ranking e para a corrida pelo título. Além disso, os campeões do Aberto garantiram vaga para o próximo Top 8, e os campeões do Top 8 terão todas as despesas para disputar uma etapa do Circuito Mundial custeada pela CBV”, afirmou Guilherme Marques, gerente de vôlei de praia da Confederação Brasileira de Voleibol.


Arthur e Adrielson venceram Nicolas/Samuel por 2 sets a 0 (21/19 e 21/19) na final e conquistaram o segundo título da dupla no ano – eles haviam vencido a etapa de San Juan (ARG) do Circuito Sul-Americano em janeiro. Gabriel Zuliani e Mateus Dultra ficaram com o bronze em Saquarema e completaram o pódio. 


Campeãs da última etapa no ano passado, Rebecca e Talita mantiveram o ritmo e abriram 2022 também com título. Na decisão, elas venceram Josi Alves/Carol Goerl por 2 sets a 0 (21/13 e 21/16). Karol/Aninha ganharam a medalha de bronze.


Acusando a CBV de falta de diálogo, muitas duplas não se inscreveram para esta etapa do circuito brasileiro, que pela primeira vez na história da competição, a fase de classificação não ocorreu por falta de duplas inscritas.


A CBV defende o novo formato. Guilherme Marques, diretor da modalidade, acredita que os atletas vão aderir ao sistema já na próxima etapa, prevista para março. Uma nova reunião entre confederação e comissão deverá ocorrer na próxima semana.

 

A segunda etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia será em Maringá (PR), com a disputa do Aberto. De 30 de março a 3 de abril, Itapema (SC) recebe a terceira etapa, que contará com Aberto e Top 8.


Foto: Gáspar Nóbrega/Inovafoto/CBV

Postar um comentário

To Top