Nathan Chen leva o ouro na patinação artística masculina em Pequim


Após uma campanha ruim em Pyeongchang-2018, Nathan Chen se redimiu em Pequim. Com apresentações excelentes, o estadunidense conquistou a medalha de ouro na competição masculina nos Jogos Olímpicos de Inverno. prata e bronze

Nathan Chen teve problemas no programa curto quatro anos atrás e terminou apenas em quinto lugar. O desempenho ruim acabou despertando o atleta que dominou o ciclo olímpico, vencendo os últimos três campeonatos mundiais. 

Em Pequim, Chen começou com a quebra do recorde mundial do programa curto com 113.97 pontos. No longo, ao som de "Rocket Man" de Elton John, o norte-americano brilhou. Conseguiu 218.63, terminando com um total de 332.60.

A disputa pela medalha de prata ficou entre os japoneses Kagiyama Yuma e Uno Shoma. Uno foi o primeiro a se apresentar com um remix do clássico "Bolero" de Maurice Ravel. Ele teve uma queda e somou apenas 187.10, terminando com 293.00. 

Kagiyama competiu na sequência ao som da trilha do filme "Gladiador". Com um bom desempenho, somou 201.93, ficando com 310.05 no total e a medalha de prata.

Hanyu Yuzuru tenta um quádruplo Axel

Hanyu se apresentando no programa longo - Foto: Hiroko Masuike/NYT
Uma das principais histórias da noite era do japonês Hanyu Yuzuru. Atual bicampeão olímpico, o patinador teve problemas no programa curto terminando apenas no oitavo lugar. Para tentar um lugar ao pódio, Hanyu tinha uma cartada na manga: um inédito quádruplo Axel. 

Ele tentou o salto no início da sua apresentação, mas não compeltou as 4.5 rotações e sofreu uma queda. Hanyu também caiu em um quádruplo Salchow, o que prejudicou sua nota final. O japonês terminou em quarto lugar com 283.21 no total.

Foto de capa: David Phillip/AP

Postar um comentário

To Top