Michelle Gisin vence o combinado alpino em Pequim 2022


A Suíça conquistou mais uma medalha de ouro no esqui alpino nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022, com direito a uma dobradinha. Michelle Gisin venceu a disputa do combinado alpino, com Wendy Holdener na segunda colocação. A italiana Federica Brignone levou a medalha de bronze.

A primeira parte da prova foi a disputa do downhill. A briga pela primeira posição foi apertada, com Christine Scheyer da Áustria fazendo um tempo de 1:32.42, superando a tcheca Ester Ledecka por apenas um centésimo de segundo.

Após a disputa do slalom, as atletas especialistas nas provas técnicas conseguiram compensar a diferença para subir às primeiras posições. Michelle Gisin, da Suíça, tinha sido apenas a 12ª colocada no downhill. No slalom, ela foi a mais rápida, completando o percurso em 52.25. No total, ela conseguiu 2:25.67 para levar a medalha de ouro.

Wendy Holdener foi a 11ª no downhill e também compensou a diferença no slalom. Com uma segunda descida de 53.31, a suíça ficou com um total de 2:26.72. A italiana Federica Brignone ficou na terceira posição no final, com um tempo de 2:27.52. Scheyer e Ledcka, que foram as melhores no downhill, terminaram em sexto e quarto lugar, respectivamente.

As três medalhistas do combinado alpino- Foto: Mark Schiefelbein/AP

Uma das favoritas da prova era Mikaela Shiffrin, dos Estados Unidos, que acabou tendo um desempenho ruim nessa Olimpíada, principalmente nas provas técnicas que são sua especialidade. Nesta quinta-feira (17), ela foi a quinta mais rápida no downhill, mas não conseguiu terminar a descida do slalom após perder um portão. 

Foto de capa: Woflgang Rattay/Reuters

Postar um comentário

To Top