Manex Silva fica em 58º lugar na prova de largada em massa do cross-country; Bolshunov leva o ouro

Manex Silva esquiando. Ele veste uma malha branca e azul, com detalhes em amarelo, com um colete por cima com o número 59 para a identificação. Ele usa óculos de proteção e tem o rosto quase todo coberto por uma espécie de cachecol

O Brasil completou pela primeira vez uma das provas mais nobres dos Jogos Olímpicos de Inverno. Manex Silva participou da prova de largada em massa do esqui cross-country e terminou na 58º colocação. A vitória foi de Alexander Bolshunov do Comitê Olímpico Russo.

A largada em massa é uma prova especial nos Jogos Olímpicos de Inverno. Assim como acontece com a maratona na versão de verão da Olimpíada, o seu pódio é realizado na Cerimônia de Encerramento. No masculino, a prova geralmente tem 50km de distância, mas devido às condições climáticas (ventos fortes e temperatura na casa dos -15°C)  ela foi reduzida para 28,4km.

Manex Silva era o atleta mais jovem da disputa com apenas 19 anos. A meta do acreano era conseguir terminar a prova, composta por quatro voltas de 7,1km. Para isso, ele não poderia virar um retardatário, o que o obrigaria a deixar a competição. O brasileiro foi controlando o seu ritmo ao longo da prova e conseguiu terminar a terceira volta antes dos líderes o ultrapassar. No final, Manex Silva foi o 58º colocado com um tempo de ....

Na disputa pelas primeiras posições, incialmente um pelotão grande ficou na frente da prova por um longo tempo. Após o fim da primeira volta, alguns atleta começaram a forçar o ritmo para tentar diminuir o tamanho do grupo dos líderes. 

Bolshunov ergue os braços para comemorar em cima da linha de chegada. Ele veste uma malha toda vermelha e tem a cabeça coberta por um lenço
Alexander Bolshunov comemora na chegada - Foto: Marko Djurica/Reuters
No início da volta final, os três primeiros colocados eram o norueguês Simen Krueger e os russos Alexander Bolshunov e Ivan Yakimushkin. No quilômetro final, Bolshunov se descolou dos demais para abrir uma distância confortável até o fim da prova. O russo levou o ouro com um tempo de 1:11:32.7. Yakimushkin terminou na segunda posição, 5.5 segundos atrás do seu compatriota. Krueger ficou com a medalha de bronze.

Foto de capa: William Lucas/ANOC

Postar um comentário

To Top