Kamila Valieva está liberada para a competição individual da patinação artística em Pequim 2022


A patinadora russa Kamila Valieva poderá participar da competição individual feminina da patinação artística nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022. A atleta havia recebido uma suspensão provisória após um resultado analítico adverso em um exame de dezembro de 2021, mas conseguiu reverter a suspensão temporária para participar do evento.

A atleta testou positivo para a substância trimetazidina em um exame antidoping realizado durante o Campeonato Russo de Patinação Artística em dezembro de 2021. O resultado da amostra saiu apenas em 8 de fevereiro, durante a Olimpíada e após a atleta ajudar o Comitê Olímpico Russo a ganhar o ouro na competição por equipes.

Incialmente, a autoridade antidoping da Rússia (RUSADA) havia dado uma suspensão provisória para Kamila Valieva a partir do dia 8. Mas ela recorreu e teve a penalidade retirada. Porém, o Comitê Olímpico Internacional (COI), a Federação Internacional da modalidade (ISU) e a Agência Mundial Antidoping (WADA) fizeram um apelo na Corte Arbitral do Esporte (CAS) para que a suspensão fosse mantida.

O CAS decidiu na manhã desta segunda-feira que a suspensão provisória não será mantida. Entre os argumentos da corte, estão que ainda não há evidencias suficientes para o caso e que se em um eventual julgamento no futuro ela for considerada inocente, o fato dela ser impedida de participar dos Jogos Olímpicos seria um dano irreparável. Os julgadores do caso também ressaltaram que ela não testou positivo para nenhuma substância ilegal durante a Olimpíada.

O caso deve continuar nos tribunais após os Jogos Olímpicos. Ainda não foi decidido o que irá acontecer com os resultados finais da competição por equipes que teve sua cerimônia de pódio adiada por causa do caso.

Foto de capa: Sebastien Bozon/AFP

Postar um comentário

To Top