Gabi Zanotti marca de cabeça no fim e Corinthians conquista a Supercopa do Brasil

Time do Corinthians, com a camisa preto e branco, faz a festa com a taça


O Corinthians se tornou neste domingo (13), o primeiro campeão da Supercopa feminina do Brasil, após um jogo emocionante, com o seu desfecho acontecendo apenas aos 48 minutos do segundo tempo, com gol marcado por Gabi Zanotti.


Ídola do Corinthians, Gabi mais uma vez decidiu para o alvinegro e deu mais um título para o time que venceu absolutamente tudo que disputou. As brabas, como o time é chamado, venceram a Libertadores, o Brasileirão e o Paulista em 2021 e começam 2022, ganhando de novo.


Elas contaram com apoio de mais de 19 mil torcedores na Neo Química Arena, que não pararam de cantar e exaltaram o grande time que tem. Os torcedores também sofreram um pouco, com o Grêmio jogando bem, principalmente com a goleira Lorena, que fechou o gol.

Torcida do Corinthians durante a partida (Foto: Thaís Magalhães/CBF)

Ela e mais algumas jogadoras, como Tamires e a própria Zanotti, viajarão amanhã para a França, para a disputa de um torneio amistoso contra as anfitriãs, mais os Países Baixos e a Finlândia. O Brasil estreia dia 16, às 14h. 


O jogo

Ainda no aquecimento, a goleira Kemeli sentiu e não conseguia nem colocar o pé no chão, sendo trocada por Paty. 


A primeira chance foi do Corinthians aos sete minutos, em chute de Tamires defendido por Lorena. Melhor no jogo, o Timão chegou cinco minutos depois, com Gabi Portilho driblando a marcação e tocando na área para Katiuscia, que acabou mandando por cima do gol.


Ainda antes dos 20 minutos, Yasmim cobrou falta direto na área e Campiolo desviou para fora, tirando suspiros da torcida corintiana. Aos 21, Katiuscia saiu chorando com dores no joelho e foi substituída. Logo depois, o Corinthians chegou mais uma vez, com Adriana batendo cruzado e Lorena salvando o tricolor gaúcho.


A grande chance corintiana no primeiro tempo veio aos 37, após chute fraco de Tamires que virou passe para Jhennifer. A atacante dominou, girou, mas Lorena conseguiu evitar o gol. Pouco antes do intervalo, o Corinthians chegou em duas jogadas de escanteio e parou novamente em Lorena.


Segundo tempo

O Corinthians voltou com Diany no lugar de Salazar no meio campo, enquanto o Grêmio voltou sem alterações.


A primeira chance foi mais uma vez do Corinthians, em chute de Portilho em cima de Lorena aos 10 minutos. Três minutos depois, Diany fintou a marcação e cruzou no meio, mas Adriana não aproveitou e na sobra, Yasmim chutou para fora.


O Grêmio chegou aos 18 em chute de Luany para fora. Na metade da etapa final, Yasmim cobrou falta quase da linha de fundo para Tarciane cabecear e Tuani afastar um pouco antes da linha. Aos 25, Jaqueline chutou da intermediária e por pouco a bola não entrou. 


O final de jogo foi movimentado e com chances para as duas equipes. O Grêmio chegou aos 44 com Cássia batendo cruzado para defesa de Paty.  Mas a melhor foi aos 48, quando Diany cobrou escanteio no meio da área e Zanotti subiu mais que todo mundo para conferir e dar o título para o Corinhtians.


Nesse momento, a Fiel não se aguentou e soltou o grito de "É campeão!"

Ficha técnica:


Corinthians: Paty; Katiuscia (Paulinha), Giovanna Campiolo, Tarciane, Yassmim; Salazar (Diany), Gabi Zanotti, Adriana (Miriã); Tamires (Ellen), Gabi Portilho e Jhennifer (Jaqueline).

Técnico: Arthur Elias

Grêmio: Lorena; Laís Giacomel, Pati Maldaner, Tuani, Jéssica; Tchula, Priscila Back, Rafa Levis (Cássia); Caty, Laís Estevam (Dani Barão) e Luany (Dani Ortolan)

Técnica: Patrícia Gusmão


Gol: Gabi Zanotti (48/2ºT)

Postar um comentário

To Top