Finlândia supera ROC e conquista ouro inédito no hóquei no gelo masculino

 



Após, duas pratas e quatro bronzes em sua história, Finlândia enfim conquistou o seu primeiro ouro olímpico no Hóquei no gelo, modalidade que é uma das paixões nacionais entre os finlandeses. E a vitória veio em cima do Comitê olímpico Russo, que buscava o bi olímpico e começou o jogo na frente, mas a Finlândia reagiu e virou o jogo por 2 a 1 para ficar com o ouro.


Apesar de não chutar muito a gol, os russos começaram melhor no jogo, e foram precisos ao abrirem o placar no primeiro período com Mikhail Grigorenko aproveitando uma vantagem numérica - power play - por causa de uma penalidade de Hannes Bjorninen. Os suomis então reagiram e partiram para cima em busca de um empate, dando trabalho para Ivan Fedotov, que fez 15 defesas no jogo.


O segundo período começou do mesmo jeito do fim do primeiro, com a Finlândia pressionando e o gol de empate acabou saindo com Ville Pokka. Depois do gol, os russos acordaram e o jogo ficou mais truncado, com poucas chances para cada lado. 


Logo aos 30 segundos de jogo no último período tivemos o lance que decidiu o jogo: Marko Antilla disparou o puck em direção ao gol e o disco sofreu um leve desvio de Hannes Bjorninen, que foi o suficiente para vencer Ivan Fedotov e colocar a Finlândia na frente. Os russos tentaram responder, mas sem precisão, não acertavam o gol de Harri Sateri enquanto os finlandeses ficaram mais próximos de fazer o terceiro gol do que sofrer o empate.


No fim do jogo, o Comitê olímpico russo partiu para o desespero tirando o goleiro para levar o jogo para a prorrogação, mas não foi o suficiente para tentar tirar o ouro inédito dos finlandeses, que vibraram mito após a sirene anunciando o fim do jogo.


Foto: George Walker IV/USA TODAY Sports

Postar um comentário

To Top