COI adverte atleta ucraniano após manifestação anti-guerra



O COI (Comitê Olímpico Internacional) se pronunciou neste domingo (13), sobre a manifestação do atleta ucraniano do skeleton, Vladyslav Heraskevych, contra uma possível guerra na Ucrânia, após a terceira descida na sexta.


O comitê afirmou que mesmo a manifestação sendo a favor da paz, os Jogos devem se manter livre da política. O atleta mostrou para a câmera no final de sua descida, um papel com os dizeres "Não à guerra na Ucrânia".


Segundo o porta-voz do COI, Mark Adams, o atleta e a delegação ucraniana foram advertidos e entenderam a situação. 


A razão da "bronca" da entidade, é a regra 50 da Carta Olímpica, que não permite manifestações de cunho político em qualquer evento relacionado aos Jogos. 


Recentemente, a Rússia vem fazendo exercícios militares e colocando tropas perto da fronteira com a Ucrânia. O governo de Vladimir Putin, está preocupado com uma possível entrada dos ucranianos na OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que marcaria uma influência maior das potências ocidentais sobre a região.


Foto: Reprodução/OBS/COI

Postar um comentário

To Top