Canadá anuncia apoio a candidatura indígena para receber os Jogos Olímpicos de Inverno de 2030

O Comitê Olímpico Canadense (COC) e o Comitê Paralímpico Canadense (CPC) anunciaram o apoio a  candidatura liderada pelas quatro nações indígenas ou primeiras nações em conjunto com Whistler e Vancouver, para ser sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno em 2030.

Membros das nações Tsleil-Waututh, Squamish, Musqueam e Lilwat estão liderando o projeto, no que os organizadores estão definindo como a “primeira candidatura liderada por indígenas na história das Olímpiadas”.

A candidatura deu mais um passo, porém novas avaliações serão feitas lideradas pelo COC e somente caso a decisão de prosseguir a candidatura para 2030 seja tomada, o diálogo com o COI continuará.

A pretensão canadense é receber os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno, vinte anos após Vancouver sediar a edição de 2010.

Para a edição de 2010, os grupos indígenas das Quatro Nações também foram protagonistas nas decisões em relação a realização da competição em solo canadense.

No entanto, a proposta para 2030 foi anunciada como a primeira a ser liderada por grupos indígenas, com os líderes das quatro nações envolvidos no processo.

A escolha da sede olímpica de 2030, utilizara pela primeira vez para edição inverno a novo metodologia para escolha do país anfitrião utilizada pelo COI, onde uma Comissão propões seu candidato preferido ao Conselho Executivo, que pode ou não recomendar que a proposta seja submetida a votação em uma sessão do COI.

Sapporo, no Japão, Salt Lake Citynos Estados Unidos, Pirineus-Barcelona e Ucrânia são os outros que já manifestaram interesse em receber a competição olímpica de 2030.

Foto: Xinhua/ Yang Lei

Postar um comentário

To Top